Indústria automobilística continua dando sinais de crescimento

Data: 15 de março de 2018

1-150382018A indústria automobilística continua dando sinais de crescimento: a produção e licenciamento de autoveículos registram crescimento de dois dígitos no primeiro bimestre de 2018. Os dados são da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea.

Nos dois primeiros meses deste ano, 431,6 mil veículos foram produzidos no Brasil, resultado maior em 15% se comparado com o mesmo período do ano passado, com 375,1 mil unidades. Somente em fevereiro 213,5 mil unidades deixaram as linhas de montagem, 6,2% acima das 201,1 mil unidades de fevereiro de 2017. Quando defrontado com as 218,1 mil unidades de janeiro – mês com quatro dias úteis a mais em relação a fevereiro – o setor automotivo registrou queda de 2,1%.

No licenciamento, o registro do segundo mês de 2018 foi de 156,9 mil unidades comercializadas, alta de 15,7% contra as 135,7 mil de fevereiro do ano passado e baixa de 13,4% frente as 181,3 mil de janeiro. As 338,2 mil unidades licenciadas no acumulado do ano representam expansão de 19,5% ante as 282,9 mil de 2017.

Para Antonio Megale, presidente da Anfavea, vendas e exportações têm impactado positivamente a produção da indústria:

“O resultado deste primeiro bimestre é bastante importante para o setor. Os licenciamentos estão em alta e a média diária de vendas de fevereiro ficou acima de janeiro, mesmo sendo um mês com menos dias úteis em razão das celebrações do Carnaval. Este ritmo, aliado ao bom nível de exportações, impulsiona a produção nas fábricas e contribui para melhor uso da capacidade produtiva”.

As exportações cresceram 7,2% no bimestre: foram 112,7 mil unidades este ano e 105,1 mil no ano passado. Em fevereiro 66,3 mil unidades deixaram as fronteiras brasileiras, resultado inferior em 1,2% se comparado com as 67,1 mil de igual período do ano passado e aumento de 42,9% quando analisado contra as 46,4 mil de janeiro.

Caminhões e ônibus

As vendas de caminhões em fevereiro foram de 4,0 mil unidades, acréscimo de 54,6% se confrontado com as 2,6 mil de fevereiro do ano passado e diminuição de 11,4% ante as 4,6 mil de janeiro – também em razão da diferença de dias úteis. Até o segundo mês do ano 8,6 mil unidades foram comercializadas, o que significa elevação de 54,7% sobre as 5,6 mil de 2017.

Na produção o bimestre encerrou com 14,5 mil caminhões produzidos – resultado superior em 47,8% se comparado com as 9,8 mil de igual período do ano passado. Somente em fevereiro 7,8 mil unidades foram fabricadas, crescimento de 46,2% sobre as 5,3 mil de fevereiro do ano passado e de 15,8% frente as 6,7 mil de janeiro.

As exportações também apontam crescimento na comparação dos bimestres deste ano e do anterior: as 4,6 mil unidades exportadas em 2018 estão 43,3% maiores que as 3,2 mil unidades do ano passado. Em fevereiro 2,7 mil caminhões deixaram o País, aumento de 27,3% na análise com as 2,1 mil de fevereiro de 2017 e de 44,9% sobre as 1,9 mil de janeiro.

Por: Redação Na Boléia

Data: 15 de março de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.