Daimler avança no desenvolvimento de veículos movidos a energia elétrica

Data: 08 de dezembro de 2017

3-2-08122017O Grupo Daimler continua focado no desenvolvimento e produção de caminhões e ônibus movidos a energia elétrica. A solução alternativa ao diesel de petróleo já pode ser conferida em ônibus Mercedes-Benz da linha Citaro na Europa, em ônibus escolares da Thomas Built Buses nos EUA e nos caminhões leves FUSO eCanter nos EUA, Europa e Japão.

Em breve, a Mercedes-Benz iniciará a produção em série de um ônibus urbano com sistema de propulsão totalmente elétrico baseado no Citaro, um campeão de vendas mundial da marca.

Caminhão elétrico
Primeiro caminhão leve totalmente elétrico produzido em série no mundo, o FUSO eCanter será entregue aos clientes nos EUA, Europa e Japão. Esta é a 3ª geração do veículo, que fez sua estreia no IAA de 2016. Em 2010, o eCanter foi o primeiro caminhão leve do mundo com propulsão puramente elétrica.

“O eCanter elétrico com condução livre de emissões é uma alternativa economicamente atrativa ao motor diesel”, diz Marc Llistosella, presidente & CEO da Mitsubishi Fuso Truck & Bus Corporation e chefe da Daimler Trucks Asia. “Devido à eficiência rapidamente aprimorada da bateria, combinada com custos significativamente mais baixos, pretendemos lançar o veículo a um preço competitivo. O custo adicional de compra deverá ser retornado ao cliente em menos de três anos”.

3-3-08122017Os custos operacionais mais baixos do veículo elétrico, em relação aos modelos a diesel, são uma compensação imediata. Os resultados de um teste de um ano com a 2ª geração do Canter elétrico demonstraram que aproximadamente 1.000 euros podem ser economizados em 10.000 km, em comparação à versão diesel. Com o benefício adicional de custos de manutenção 30% menores, a FUSO fornece a seus clientes uma solução econômica para a condução livre de emissões.

O novo eCanter é equipado com um motor elétrico de 185 kW de potência. Sua bateria tem capacidade de 70 kW por hora. Assim, dependendo da carroceria, carga e tipo de aplicação, uma autonomia de mais de 100 km é possível sem recarga com o veículo parado. Extensivos testes junto a clientes com a 2ª geração demonstraram que sua autonomia é suficiente para o uso diário de um caminhão leve.

O eCanter pode ser configurado com perfeição para cada uma das necessidades dos clientes em termos de autonomia, preço e peso. Esse conceito se baseia na percepção de que alguns clientes não precisam de muita autonomia, mas sim de maior carga útil, enquanto outros aceitam uma carga útil menor, mas precisam de maior autonomia, o que demanda mais conjuntos de baterias. As possibilidades de carga na bateria também são muito personalizadas: 80% da capacidade com uma hora de corrente contínua numa estação de carga rápida ou, alternativamente, 100% de carga com corrente alternada em sete horas. No futuro, a carga rápida será possível com 170 kW. Assim, 80% da capacidade da bateria será obtida em somente meia hora.

3-4-08122017

Por: Redação Na Boléia

Data: 08 de dezembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.