Concorrente do Uber chega a São Paulo

Data: 16 de junho de 2016

 

1--16062016Depois da polêmica envolvendo o Uber na capital paulista, regulamentado pelo prefeito Fernando Haddad, outros aplicativos começam a chegar ao mercado para fazer concorrência. Um deles é a Cabify que faz sua estreia no Brasil, começando pela cidade de São Paulo. A empresa oferece um serviço de transporte individual de pessoas, como faz a Uber, mas com uma maneira de cobrar por corridas diferente. Os preços também são competitivos. Os apps do serviço têm versões para smartphones Android e iPhones.

O passageiro paga as corridas somente por quilômetro, o tempo fica fora da equação. Ou seja, ao pegar trânsito, ele não paga pelos minutos que permanecer parado. Porém, o valor varia de acordo com a corrida.

O Cabify cobra do cliente 2,50 reais a cada quilomêtro em percursos de 5 km a 10 km; 2 reais em rotas de 10 km a 25 km; e 3 reais em viagens acima de 25 km. A tarifa base é de 50 centavos, mas ela sobe para 2,50 em horários de pico. A cada viagem, 25% do total é pago automaticamente para a companhia e o restante fica com o motorista parceiro, que não é funcionário da empresa.
Assim como no 99Top, da 99Táxis, e no Uber, não há taxa cobrada pela mudança de município, o que reduz o preço da corrida para quem precisa ir a uma cidade vizinha de São Paulo, como Guarulhos.

A qualidade do serviço prestado aos paulistanos é a principal aposta da Cabify neste primeiro momento no Brasil, que deve se tornar um dos seus maiores mercados no cenário global.
O pagamento é automatizado, basta cadastrar o cartão no app. Desta maneira, ao final da viagem, o passageiro apenas desembarca e não precisa desembolsar nada.
A empresa vai oferecer algumas viagens gratuitas para que a população paulistana possa experimentar as viagens no Cabify. O código MEUCABIFY dá duas corridas de 20 reais aos usuários do aplicativo, na primeira vez no serviço.

O Cabify está presente atualmente em 15 cidades, em sete países diferentes. A empresa não informa a quantidade de motoristas parceiros, mas diz que mais de 10 mil pessoas interessadas se cadastraram na empresa em São Paulo até o momento.

Por: Redação Na Boléia

Data: 16 de junho de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.