Na Boléia

Apaixonados por Caminhões

Mercedes-Benz comercializa 50 Actros para o Grupo Risa

O caminhão extrapesado Mercedes-Benz Actros 2651 foi novamente a escolha do Grupo RISA, maior empresa do agronegócio do Norte e Nordeste com sede em Balsas, no Sul do Maranhão. Com 122 unidades desse modelo em operação desde 2018, o cliente acaba de adquirir mais 50 unidades para renovação e ampliação de frota.

Na RISA, os cavalos mecânicos Actros 2651 6×4 puxam o chamado tritrem, multicomposição idealizada pela própria empresa e desenvolvida em conjunto com a Librelato Implementos Rodoviários.

São três carretas com basculamento lateral para uso na colheita de soja, milho e sorgo. O tritrem agiliza o descarregamento de grãos no Porto de Itaqui, em São Luís do Maranhão, numa média entre 600 e 1.000 km de distância conforme a área agrícola, e volta do porto com fertilizantes para as fazendas próprias e de produtores parceiros. Os caminhões também fazem a logística entre as unidades da empresa e o transporte de adubos e calcário.

Os nossos Actros operam principalmente com tritrens, mas também com rodotrens. Estes extrapesados Mercedes-Benz ganharam a aprovação na empresa pela melhor performance entre todas as marcas de caminhões da nossa frota, tanto é que estamos renovando novamente com Actros”, diz José Antônio Gorgen, diretor presidente do Grupo RISA. “O Actros nos dá resultados em termos de economia no consumo de combustível, robustez e satisfação dos motoristas com o conforto, especialmente pela Cabina Leito Teto Alto, uma vez que eles só trabalham durante o dia e podem usar a cama da boleia para descanso e pernoite”.

O cliente informa ainda que conta a favor do Actros o fato dele manter o mesmo desempenho tanto na estrada como dentro das fazendas de soja, milho e sorgo.

O tritrem com basculamento lateral oferece rapidez no descarregamento de grãos e de fertilizantes, aumentando a produtividade no escoamento da produção agrícola. Além disso, tem mais facilidade de operação em comparação com o basculante convencional, que necessita de mais área para movimentação”.

De acordo com o cliente, o tritrem tem as mesmas dimensões e capacidade de um rodotrem, com 26 metros de comprimento, 9 eixos e 74 toneladas de PBTC – Peso Bruto Total Combinado. O diferencial são as três carretas, num conjunto que atende plenamente à legislação do setor.

Os 50 caminhões Actros 2651 6×4 Leito Teto Alto adquiridos este mês serão entregues até o final deste ano, juntamente com os tritrens, todos na mesma cor padrão da empresa.

Nessa negociação conduzida pelos concessionários Mardisa de São Luís (MA) e Teresina (PI), o cliente também adquiriu mais 13 caminhões da marca: 3 extrapesados Axor 3131 6×4 para operações fora de estrada junto às fazendas, transportando grãos, fertilizantes e defensivos; 6 semipesados Atego 2426 6×2 e 3 médios Atego 1419 para apoio no campo; e o primeiro Novo Actros da frota da RISA.

“Nossa expectativa é que o Novo Actros nos traga ainda mais economia no consumo de combustível, o que mostra que a Mercedes-Benz vem atendendo cada vez mais às demandas dos transportadores”, diz o cliente. “Aliás, os caminhões da marca estão melhores a cada dia porque estão ouvindo mais o cliente. O Actros foi ‘abrasileirado’ de acordo com nosso perfil de transporte. A opção de suspensão metálica e freios a tambor, por exemplo, aumentaram a robustez do caminhão, tornando-o mais adequado às condições das nossas estradas”.

José Antônio Gorgen ressalta ainda que a RISA tem uma tradição de fidelidade às parcerias e que isso vem crescendo com a Mercedes-Benz. “Com os novos caminhões, hoje a marca responde por mais de 60% da nossa frota de 300 caminhões. E para todos esses veículos contratamos Planos de Manutenção com duração de cinco anos. O ótimo relacionamento com a Fábrica e o excelente atendimento e assistência oferecidos pela Mardisa reforçam essa parceria”.

“O sucesso do Actros nos tritrens da RISA reafirmam, mais uma vez, a versatilidade desse nosso extrapesado como um mix road, que opera com a mesma eficiência, economia e produtividade nas rodovias e nos trechos não pavimentados dentro das áreas de produção no campo”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Por Redação Na Boléia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *