Na Boléia

Apaixonados por Caminhões

Força-tarefa para auxílio aos caminhoneiros cresce em todo o País

O brasileiro é um povo solidário. Isso ninguém contesta. Exemplos disso não faltam, especialmente nesta crise sanitária mundial, provocada pela Covid-19. Diversas ações vêm sendo realizadas por empresas, entidades e cidadãos, a fim de ajudar os profissionais que precisam trabalhar e estão na linha de frente no combate à pandemia. Os caminhoneiros entram nesta lista.

A Ibema, fabricante de papelcartão, preocupada com a manutenção das condições de trabalho de toda a cadeia produtiva, passou a oferecer alimentação, café da manhã, almoço e jantar, e locais para higienização aos caminhoneiros parceiros em suas duas fábricas, localizadas em Turvo, no Paraná, e em Embu das Artes, no estado de São Paulo. A categoria, indispensável para evitar o desabastecimento de insumos, sofre com os efeitos da pandemia de coronavírus.

“Temos vários fornecedores de transporte e ouvimos relatos de motoristas sobre a dificuldade de encontrarem um restaurante aberto. Por isso, estamos fornecendo gratuitamente, dentro de nossa estrutura, alimentação, local para banho e para higienização. Essas ações contemplam os caminhoneiros que hoje operam as cargas da Ibema”, afirma Diego Gracia, Gerente de Estratégia & Marketing da empresa.

Além de disponibilizar e custear as refeições dos parceiros, a empresa oferece ainda, na unidade fabril de Turvo, serviço de delivery para atender as demandas pontuais dos motoristas, com um funcionário disponível para a entrega. “Temos consciência da nossa importância dentro da cadeia de abastecimento de diversos segmentos. Neste momento, o nosso compromisso é garantir o fornecimento de papelcartão para que as embalagens continuem chegando e abastecendo os brasileiros. Com relação aos motoristas, estamos apoiando esses profissionais e esperamos que outras empresas sigam nessa direção. Eles são uma de nossas prioridades, e sem eles todo nosso esforço será em vão”.

Concessionárias

As concessionárias de rodovias paulistas também estão adotando diversas medidas em apoio aos caminhoneiros que seguem trabalhando para manter o fornecimento de itens indispensáveis para a rotina das cidades como alimentos, medicamentos, equipamentos de saúde e combustível, por exemplo, mesmo no contexto de crise provocada pela pandemia do coronavírus. Entre diversas ações, estão sendo distribuídas mais de 140 mil alimentações entre lanches, vales refeições e marmitex para esses profissionais. Além disso, há distribuição de kits com álcool gel e sabonete.
No atual contexto de pandemia, em que a higiene é ainda mais fundamental para reduzir a proliferação do coronavírus, as concessionárias fizeram parcerias com postos de serviços das rodovias para oferecer banhos gratuitos aos caminhoneiros. Também foram criados pontos de apoio aos caminhoneiros onde é possível medir a temperatura com termômetro digital e, em caso de febre, o caminhoneiro é encaminhado à unidade de saúde mais próxima.

Os caminhoneiros podem consultar os locais de distribuição dos kits no site www.abastecimentoseguro.sp.gov.br. A página, lançada na última semana pelo Governo do Estado, contém uma série de informações essenciais para orientar os caminhoneiros durante o período de pandemia do coronavírus. Além dos pontos de distribuição dos kits de alimentação, o site ainda disponibiliza, por exemplo, informações sobre a situação dos postos de abastecimento e locais com restrição de circulação dos veículos ou bloqueios municipais.

Além das ações nas pistas, as concessionárias paulistas estão com campanhas de incentivo e reconhecimento à importância do trabalho desses profissionais, principalmente no atual cenário de pandemia.
A Arteris, empresa de concessão de rodovias, já distribuiu, até o dia 2 de abril, quase 2.400 kits de higiene para os caminhoneiros e 2.500 tags para pagamento de pedágio eletrônico em parceria com Veloe e ConectCar.

Desde o início da pandemia, a companhia vem investindo em iniciativas, como a instalação de dispensers de álcool em gel em todas as praças de pedágio, para garantir o pleno funcionamento das rodovias e a segurança dos usuários. Dessa forma, tem intensificado suas ações no combate à propagação do novo coronavírus.

Nos últimos dias, mais de 7.500 pessoas foram atendidas nas concessionárias da Arteris nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Viaturas de inspeção, guinchos e ambulâncias estão devidamente equipadas com álcool em gel, máscaras e luvas para assegurar a higienização de todos, garantindo socorro mecânico e pré-hospitalar, entre outros. Colaboradores foram treinados para dar todo o suporte àqueles que precisam seguir viagem e transportar insumos essenciais para o País.

A companhia tem disponibilizado álcool em gel 70% nas bases de apoio e mapeado postos de serviços que oferecem opção de alimentação, serviço mecânico e de borracharia, lavagem de veículo e estrutura para banho dos transportadores que circulam pelos trechos da empresa.

Outras empresas

A Repom, marca da Edenred, que atua no desenvolvimento de soluções de gestão e pagamento de despesas para o mercado de transporte rodoviário de carga, por meio da plataforma Repom com Você, os caminhoneiros podem ter acesso gratuito a informações atualizadas sobre a localização e funcionamento de pontos de alimentação, como restaurantes, lojas de conveniência e outros estabelecimentos de alimentação, além de postos para abastecimento e suas estruturas de serviços, incluindo a disponibilidade de banheiros e borracharia.

Foram mapeadas informações de mais de 5 mil estabelecimentos de alimentação localizados em rodovias nos 27 estados brasileiros. De acordo com o levantamento, 68% deles mantiveram seu funcionamento. As lojas de conveniência que continuam operando somam 65% do total. Além disso, 97% dos postos de combustível credenciados mantém disponível a estrutura para higiene dos caminhoneiros, com banheiros e chuveiros abertos ao público.

SEST SENAT

Campanha de mobilização nacional que o SEST SENAT (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) está realizando em apoio aos motoristas profissionais será estendida. Os atendimentos e a entrega de kits de alimentação e de higiene continuam até o dia 9 de abril.

Na primeira semana, mais de 90 mil motoristas foram atendidos em mais de 200 pontos em todo o Brasil. A ação tem como objetivo apoiar os profissionais do transporte que não podem parar para garantir o abastecimento das cidades e a oferta de serviços essenciais neste momento de crise que vive o país.

Equipes do SEST SENAT devidamente orientadas quanto ao cumprimento dos protocolos definidos por autoridades de saúde também estão verificando a temperatura corporal dos motoristas e orientando sobre a contaminação pelo coronavírus. Até o dia 3 de abril, 76 motoristas tinham sido encaminhados para unidades de saúde devido à identificação de febre associada a outro sintoma da covid-19 (na maioria das situações, falta de ar). O SEST SENAT monitora esses casos para saber se houve evolução dos sintomas. Até o momento não existe registro de casos de contaminação entre o público atendido.

Nesta segunda fase, 13 mil litros de álcool 70% serão distribuídos aos motoristas para auxiliar na higienização das mãos e dos veículos, garantindo assim mais segurança aos trabalhadores. A ação conta com a parceria da PRF (Polícia Rodoviária Federal), o Ministério da Infraestrutura, o Serpro – InfraBR, as concessionárias de rodovias, postos de combustíveis, secretarias de saúde, empresas e entidades do transporte, CNTA, além das empresas Raízen, Trizy e Ambev.

Por: Redação Na Boléia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *