Na Boléia

Apaixonados por Caminhões

Vendeu um veículo e não fez a transferência?

Pagamento de IPVA pode se tornar um problema para motoristas que venderam o veículo e não fizeram a transferência

Por Keli Gois

Um veículo vendido que não tenha sido transferido para o nome do próximo proprietário pode causar muita dor de cabeça ao antigo proprietário, que por não ter o conhecimento da situação, deixa de pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) e pode ter o nome incluído no CADIN (Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais).

Nesses casos, sempre que for vender ou comprar um veículo, é importante que tanto o comprador, quanto o vendedor tenha conhecimento de que a comunicação da venda do veículo deve ser feita independentemente do caso, evitando assim, transtornos futuros.

Os proprietários dos veículos devem ficar atentos aos procedimentos a serem adotados nos casos de venda, pois a falta de comunicação desta

ocorrência ao órgão de trânsito, responsável por dar baixa no veículo, pode resultar na cobrança indevida do IPVA ao ex-proprietário.

Como fazer a transferência?

Ao vender seu veículo, o proprietário terá 30 dias para comunicar ao órgão de trânsito a transferência dos documentos. É importante ressaltar que não basta apenas ir ao cartório e fazer o preenchimento do verso de Certificado de Registro de Veículo (CRV), com reconhecimento de firma por autenticidade. É necessário que o antigo proprietário encaminhe ao órgão executivo de trânsito do estado a cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade.

Esse procedimento pode ser feito gratuitamente em uma das unidades do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), ou através do portal www.detran.sp.gov.br O proprietário deve ter em mãos os seguintes documentos: original e cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), RG ou CPF, duas vias do formulário de comunicação de compra e venda do veículo, cópia autenticada do Certificado de Registro do Veículo (CRV) preenchido, assinado e com firma reconhecida do comprador e vendedor.

O que acontece se a transferência não for feita?

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda e a transferência não for feita, o veículo permanecerá em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA. Nesse caso, o antigo proprietário deve mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência e solicitar o bloqueio do veículo junto ao Detran. Ele deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.

Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário.

A notificação dos proprietários de veículos com débitos é feita pela Secretaria da Fazenda por meio da Imprensa Oficial. O proprietário do veículo recebe uma comunicação de lançamento cobrando o atraso e permitindo-lhe a apresentação, no prazo de 30 dias para contestação.

Em 2011, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo disponibilizou em seu site uma cartilha eletrônica de orientação aos motoristas, com informações sobre transferência de veículos. É papel do CADIN Estadual enviar cartas aos proprietários que estão em débito, para que os valores sejam acertados.

Caso o imposto não seja pago, os valores podem ser elevados e o nome do proprietário do veículo será enviado ao CADIN Estadual, conforme a Lei 12.799/08. É importante que os motoristas mantenham sempre seus cadastros e endereços atualizados junto ao órgão de trânsito para não correr o risco de não receber a notificação em casos como este.

Casos de Sinistro e roubo

Em casos de um veículo que sofreu sinistro (acidente, incêndio, ou outras situações em que ele não possa ser recuperado) o proprietário deve comunicar o órgão de trânsitoe providenciar a baixa permanente.

Para dar a baixa permanente do veículo, o proprietário não pode ter nenhum tipo de débito, como por exemplo, IPVA, seguro obrigatório, multas de trânsito ou multasambientais.

Já se o veículo tiver sido furtado, o proprietário deve fazer o Boletim de Ocorrência, assim as informações são inseridas no cadastro do Detran, o que dispensa o pagamentodo IPVA.

Fazer a transferência do veículo é rápido, simples e fácil, basta dirigir-se a uma das unidades do Detran com a seguinte documentação:

– Original e a cópia da Carteira Nacional de Habilitação (CNH);

– RG ou CPF;

– 2 vias do formulário de comunicação de compra e venda do veículo;

– Cópia autenticada do Certificado de Registro do Veículo (CRV) preenchido, assinado e com firma reconhecida do comprador e vendedor

342 thoughts on “Vendeu um veículo e não fez a transferência?

  1. boa tarde. vendi uma moto cg fan 150 2011/2011 e descobri há poucos dias que a moto não foi transferida para o nome do novo dono. consegui encontrá-lo e o mesmo se recusou a aceitar que não houve erro da parte dele ao não transferir e ainda assim, repassá-la para outro comprador o qual consegui encontrar também. acontece que descobri pois fui tirar uns talões de cheques e os mesmos estavam bloqueados por protesto de cartório, pela entidade DETRAN. como posso retirar esse protesto do meu nome provando que desde 2011 o veículo não pertence mais a mim. obrigado
    gado

    1. Eneuses, obrigada pelo contato. Vc terá de acioná-los judicialmente. É que segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, a moto permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua respondendo pelo pagamento do IPVA e outras taxas, até mesmo sinistros. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o veículo. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso somente não te exime das responsabilidades sobre o veículo.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  2. Repassei um veículo em meu nome e posteriormente peguei de volta devido a inadimplências do comprador mas não lembro se peguei o documento de compra e venda que eu havia entregado em branco ao mesmo, o veículo está em meu nome, porém gostaria de saber se haverá algum problema caso o antigo comprador do veículo estiver de posse desse documento e assinado em seu nome ? No fim das contas quem vai ter mais poder sob o veículo ? Eu que sou o proprietário registrado pq o veículo está em meu nome e de posse minha ou o antigo comprador que “estaria” agindo de má fé com o documento de compra e venda assinado em seu nome (hipoteticamente) pq entreguei este documento ao mesmo em branco.

    1. Stefano, obrigada pelo contato. Já que está tudo em seu nome, vc pode pedir uma segunda via do documento no Detran e ficar mais tranquilo em relação a isso, pois estará com o documento atualizado. Se quiser, pode fazer um B.O. também relatando o que aconteceu. Boa sorte!

  3. Oi! Eu comprei uma moto de um mecânico que ficou com ela para quitar as dividas do dono, essa moto está com documentos atrasados des de 2015, meu intuito era ir pagando aos poucos até quitar, porém a moto foi roubada semana passada e o dono simplesmente desapareceu! Agora não sei se é possível fazer B.O. na policia para uma moto irregular, e se for possivel, será que ela vai ser presa no patio do detran até regularizar? E se for presa será que eu consigo retirar ela sem o dono?

    1. Cris, obrigada pelo contato. Quando a transferência não é feita, o antigo proprietário ainda fica responsável pela moto, inclusive todas as taxas, impostos e multas e até mesmo sinistros que venham a ocorrer. Pouco provável que vc consiga retirá-la do pátio, pois para retirá-la vc terá de quitar todos os débitos de uma vez e apresentar documentos comprovando que é a moto é realmente sua, a fim de reavê-la. Talvez, até exista alguma possibilidade, por isso, sugerimos que vc procure um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Abs.

  4. Olá, meu caso é o seguinte: estou com uma moto toda irregular. Quero regularizar, mas não consigo por quê o antigo dono que no caso é meu irmão ,ele está preso. Ele com o antigo proprietário que no caso é advogado do meu irmão,fizeram a comunicação de compra e venda porém meu irmão não transferiu para o nome dele e ainda perdeu esse papel de compra e venda o que eu faço para deixar em dia a documentação essa moto? Desde então muito obrigada.

    1. Rosangela, obrigada pelo contato. Tentamos apurar informações para te passar. Sem o documento regularizado e no seu nome, vc até consegue pagar as taxas diretamente no caixa de uma agência bancária, mas para transferir para seu nome, vc precisará que seu irmão assine. Talvez seria interessante vc tentar que o próprio advogado de seu irmão consiga, de alguma forma, que ele possa assinar o documento a fim de que vc faça a transferência. Não sabemos se isso é possível pela lei, então sugerimos que consulte um advogado. Boa sorte”.

  5. Em 07/01/2020 entrei com pedido de transferência do meu veículo, realizada vistoria todos os trâmites. Em 19/01/2020 meu veículo foi roubado e o Detran não expediu o CRV. Agora a proteção veicular exige o CRV em branco para pagamento da indenização. não aceitam procuração, pois alegam que posso vir a falecer ou mesmo anular lá. Pediram para que peça via judicial um alvará de expedição do CRV pelo Detran. Preciso que o Detran emita o CRV em nome já que o órgão é omisso no caso da minha situação. Tal feito não gera problema para o Detran já que o meu processo estava na fase e emissão do CRV. fico no aguardo obrigado.

    1. Luciano, obrigada pelo contato. Pelo que apuramos, o mais aconselhável é que vc procure um advogado que, com base na lei, pode te orientar melhor, inclusive, dizendo se é legal a seguradora não querer pagar a indenização via procuração, ou mesmo como pressionar o Detran para te fornecer o alvará de expedição do CRV. Ou ainda levantando outras possibilidades legais para seu caso. Abs.

    1. Dy, obrigada pelo contato. Pelo que apuramos, não existe nenhum órgão que faça isso. A melhor maneira é seguir por vias judiciais, contratando um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Tente também o Detran de sua cidade para saber que tipo de conduta vc pode tomar nesses casos. Boa sorte!

  6. Boa noite. Em 2013 tive uma moto roubada. Como havia seguro do veículo, o mesmo me pagou o valor e tive que passar a moto para o nome da seguradora… Transferi o veículo para o nome da seguradora e 7 anos se passaram e chegou uma multa do veículo para mim, em meu nome, como se ela ainda disse minha. Entrei em contato com a seguradora e eles disseram que em 5 dias úteis me dariam a resposta. Já se passaram mais que o dobro do prazo e nada de resposta. Fui ao DETRAN recorrer a multa e descobri que até hoje a moto não foi localizada. O que posso fazer caso comece a chegar multas em meu nome?
    Obrigado.

    1. Davidson, obrigada pelo contato. Pelo que apuramos, vc deve acionar judicialmente a seguradora e exigir uma retratação/solução. Vc pode também se informar no Detran de sua cidade sobre o que eles orientam nesses casos. Seria recomendável ainda levantar todos os documentos comprobatórios do roubo, do pagamento da indenização etc. e consultar um advogado. Boa sorte!

    1. Sérgio, obrigada pelo contato. Sem a assinatura, é quase impossível fazer a transferência.Mas sugerimos que vc consulte um despachante, que poderá te orientar melhor, informando tecnicamente se existe alguma outra forma de vc fazer a transferência. Boa sorte!

  7. Bom dia,
    vende um carro passei a procuração sem data de vencimento no cartório para o comprador e ele ainda não transferiu o que eu faço?
    ele ficou com todos documentos. até com o dut em branco.
    obrigado!

    1. André, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o veículo permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua respondendo pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o veículo. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso somente não te exime das responsabilidades sobre o veículo.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

    1. Erica, obrigada pelo contato. A melhor coisa a fazer é fazer a transferência. Como o documento foi preenchido, vc pagará multa se não fizer a transferência. Além disso, enquanto a transferência não for feita, o ex-proprietário constará como dono e fica responsável por taxas e impostos, além de multas, o que não é correto, afinal, ninguém gostaria desse transtorno. Então, o melhor é fazer o que é certo. Sem contar que se vc não transferir o veículo e ele começar a receber notificações, pode te acionar judicialmente. O comunicado ao Detran é uma proteção para o ex-proprietário, mas não o exime de multas e impostos, se o veículo continuar no nome dele. Boa sorte!

  8. Boa noite,estou com muita dúvida
    Eu comprei minha moto em garagem e me pedirsm para fazer reconhecimento de firma e fiz tudo certo,na hora de fazer a transferência me pediram para pagar uma taxa,eu paguei e tenho todos os comprovantes em Mato Grosso do Sul e me mudei agora para São paulo.
    Minha duvida agora,estou com o documento do antigo dono e eu não peguei o documento que esteja em meu nome e a moto consta que já está em meu nome pelo que consultei no despachante e a moto está pago tudo em dia e eu posso andar com o documento do antigo dono?

    Agradeço muito pela resposta,obg

    1. Luan, obrigada pelo contato. Como já consta que vc é o dono atual, se vc for pego em alguma blitz isso poderá te causar problemas. O ideal é que vc tenha a documentação toda regularizada para evitar aborrecimentos. Consulte um despachante de sua confiança e tire o novo documento. Boa sorte!

  9. Boa tarde, tudo bem?

    Eu estava realizando o processo de venda do meu carro. Foi preenchido o DUT com os dados do vendedor (EU), porém, decidi na hora não reconhecer minha assinatura enquanto não estivesse com o dinheiro em mãos. O até então comprador, preencheu os dados dele, assinou e reconheceu a firma no DUT. Porém, na hora do pagamento, o comprador não fez a transferência do dinheiro. O DUT e o carro seguem comigo. Só quero saber se existe algum problema em relação a isso e qual o procedimento para dar baixa ou cancelar esse DUT, para poder providenciar outro para uma nova futura venda.

    Desde já, obrigado.

    1. Felipe, obrigada pelo contato. Como não foi feito o reconhecimento de firma, solicite uma segunda via do documento junto ao Detran. Um despachante ou vc mesmo pode fazer isso junto ao Detran de sua cidade. Boa sorte.

  10. Ou curadora do meu irmão há 10 anos que é esquizofrênico. Verifiquei que ele tinha uma dívida de um carro que ele tirou para terceiros . Tomei o veículo, quitei o financiamento com desconto mas tinha 11600 de IPVA e multas. Consegui vender para uma pessoa que ficou de assumir e pagar aos poucos. O problema é que ela me pagou 5000 e eu preenchi o CRV e reconheci firma e dei a ele para que tb reconhecesse no cartório dele, para que depois eu fizesse a comunicação de venda . O fato é que ele sumiu e não me atende mais. Só tenho a cópia dos documentos dele. O que faço?

  11. Boa tarde,
    Comprei um carro de uma concessionaria, o mesmo apresentou defeito e tive eu fazer uma troca, no qual devolvi o carro e retirei outro. O problema é que o primeiro carro estava no meu nome, no qual a concessionaria não retirou no momento da venda, e anos depois que vim ver que o carro ainda está no meu nome. Como posso retirar esse carro do meu nome ? Não consigo localizar o dono atual.

  12. Boa Noite
    Vendi minha moto para uma loja que revendia motos, na venda foi pedido que eu deixasse o CRLV em dias e o recibo preenchido e assinado…Isso foi em 2016
    A loja vendeu a moto e o comprador não fez a transferência, sendo assim a moto continua em meu nome e o comprador não efetuo o pagamento de nenhum dos documentos de 2017; 2018; 2019; 2020
    Procurando a loja, ela diz não ter conhecimento nem contato deste comprador, e afirma também que a responsabilidade foi minha, por não ter feito a declaracão de venda…Minha dúvida qual o procedimento devo adotar para resolução deste caso, para que eu não seja responsabilizado pela dívida e que possa retirar de meu nome essa moto, responsabilizado a loja que fez a venda

    1. João Victor, obrigada pelo contato. A verdade é que jamais devemos confiar e deixar de fazer a transferência ou preencher documentos que possam nos causar dor de cabeça posteriormente. A loja deveria ter feito a transferência logo que comprou sua moto e solicitado posteriormente isso do comprador. Você pode acionar a loja, mas terá de comprovar que foram eles que te induziram a deixar o recibo assinado. Sugerimos que vc procure um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei.

      O fato é que, segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o veículo permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua respondendo pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, é possível mover uma ação judicial contra o atual proprietário. Mas vc precisará localizá-lo. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente a este comprador que ele faça a transferência.
      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o veículo. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso não te exime das responsabilidades sobre o veículo. Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  13. Boa tarde, comprei meu carro de uma agência, e era dupla transferência, pois o carro ainda estava no nome do rapaz que vendeu o carro para a agência e o dono da agência passou o carro para o nome do filho dele, ao invés de passar para o meu. Quando o carro foi transferido para o meu nome eu fiz todo procedimento certinho e dentro do prazo de 30 dias. Mas quando entrei no site do DETRAN, percebi que tinha uma multa por eu não ter transferido dentro do prazo de 30 dias, porém transferi tudo dentro do prazo. Quando fui no CIRETRAN para ver o que tinha acontecido, eles puxaram e a multa esta no nome do filho do dono da agência, mas a multa venceu no mes de Agosto de 2019. Porém o débito esta cobrando junto com o meu IPVA, e a agência não quer se responsabilizar. Como devo proceder nessa situação?
    Agradeço muito.

    1. Maria Edna, obrigada pelo contato. Se a multa é do antigo proprietário, vc deve insistir no ressarcimento. Caso não haja acordo, não hesite em procurar um advogado, que poderá agir judicialmente e exigir o pagamento. Exija seus direitos sim! Boa sorte.

  14. boa noite,, comprei um carro para reforma só com o documento de rodar, teminado a reforma nao consigo entrar mais em contato para pegar o documento de compra e venda para efetuar a transferencia. o que devo fazer nessa situação? pois gastei muito no carro..

    1. Paulo Roberto, obrigada pelo contato. É bem difícil regularizar o veículo quando perdemos contato com o antigo proprietário. Tente um despachante para ver se ele consegue localizá-lo ou mesmo um advogado especializado. Talvez o Detran da sua cidade pode também orientá-lo. Boa sorte!

  15. Oi Boa tarde, financiei meu carro no nome da minha sogra, porém dei o meu antigo carro de entrada no valor de 10 mil. Caso eu me separe como o carro está no nome dela eu perco o carro?

  16. Meu marido vendeu uma moto em 2016, confiando que a pessoa faria a transferência, a pessoa não fez, hoje em 2019 está chegando muitas multas no nome dele, e ele depende da CNH para trabalhar pq é sua profissão motorista. Como devo proceder, não consigo encontrar a moto e no caso de bloqueio pelo Detran as multas continuarão chegando até que a moto passe por blitz, pelo amor de Deus, me informe de como devo resolver isso! Por favor, desde já grata pela atenção.

  17. Olá, meu problema são com motos de leilão, vendi as motos e não transferir nenhuma.
    São 4 motos,vendi a primeira em 2017, e a primeira multa veio em 2018, pensei que não era preciso transferência de moto de leilão e fiquei no prejuízo, fora que todos que vendi a moto disseram que ia transferir e nenhum transferiu a moto. Tenho apenas 2 contatos das pessoas que vendi a moto, 1 fiz o recibo a mão com ele, tenho CPF dele, nome, rg endereço etc, e ainda me deve o restante do pagamento da moto, ele disse que não tem tempo para transferir a moto e não tem dinheiro. O outro tava resolvendo tudo direitinho com ele, mas agora me bloqueou, com certeza não vai querer pagar. 1 das motos aí eu sei tá pressa na PRF, pois a pessoa que vendi não tinha carteira e documento da moto, a multa foi de 1000 reais, o outro foi parado na PRF mais conseguiu conversar com eles e tirou a moto, mas veio 1000 reais de multa também, a outra foi multa de cento e pouco por excesso de velocidade, e a outra ainda não levei multa. Os papéis da moto não tenho nada, mandei todos, apenas tenho o recibo que fiz uma das pessoa aí, recibo a mão, não em cartório. Minha situação acho que uma das piores, o que faço? Aciono um advogado? Vou no Detran? Deixei passar tempo agora quero resolver.

    1. Márcio, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, as motos permanecem em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra os compradores, solicitando o bloqueio das motos junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar as vendas, e solicitar judicialmente aos compradores que eles façam a transferência.
      .
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. O Detran não ajuda muito nesses casos. O ideal mesmo é um advogado. Boa sorte!

  18. comprei um carro da minha cunhada. fomos ao cartorio assinou o documento estou com ele ,porem nao fiz a transferencia do carro, o mesmo esta tudo certo. mas ela veio a falecer, como faco para transferir para meu nome? sera dificil? obrigada!!

    1. Camila, obrigada pelo contato. Infelizmente, no caso de falecimento e se o bem está no nome da pessoa que faleceu, mesmo que vc tenha comprovante de compra, esse bem entrará em inventário. E somente após feito o inventário, os herdeiros (todos os herdeiros de fato) terão de assinar esse documento de transferência para vc. Então, sugerimos que consulte um advogado que poderá te orientar melhor nesta questão. Boa sorte.

    1. Fernando, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra o comprador, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência. No entanto, para isso, você precisa ter os dados do comprador.

      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o carro. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso não te exime das responsabilidades sobre o veículo.
      .
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei, inclusive, sugerindo maneiras de localizar o comprador. Boa sorte!

  19. bom dia vendi meu carro de :boca: mais ainda tenho o recibo fiz um acordo pra entregar quando o novo dono colocar o documento em dias o mesmo n tem multa mais ta atrasado ipva oq posso fazer para passar todas as resposabilidades para o novo dono mesmo cm o carro atrasado

    1. Francisco, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o veículo permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua respondendo pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o veículo. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso somente não te exime das responsabilidades sobre o veículo. Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  20. opa tudo bem ..assim comprei uma moto certinha em dia .so que quando fui fazer a trsferenci o antigo dono sumil nao sei onde o cidadão esta morando nem nada simplesmente ele negou de ir faze a trasferencia pro meu nome e sumil..e eu paguei o documento de 2019 e so ele pode tirar mais ele sumiu pode me da uma informaçao do q devo fazer

    1. Jefferson, obrigada pelo contato. No seu caso, sugerimos que procure um advogado especializado, pois como vc não tem nenhuma informação sobre o antigo proprietário, precisará de ajuda para encontrá-lo. Tente buscar informações no Detran também ou em um despachante que tenha experiência nesses casos. Abs e boa sorte!

    1. João, obrigada pelo contato. Seu caso parece bem complicado. Se o documento estiver em seu nome, talvez haja chance de reaver o veículo e desfazer o negócio. Mas sugerimos que vc consulte um advogado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

    1. Jaoa, obrigada pelo contato. Seu caso é bem complexo. Sugerimos que vc procure com urgência um advogado criminal e também faça um boletim de ocorrência contra a pessoa que comprou seu veículo. Estamos à disposição. Boa sorte. Abs.

  21. BOA TARDE, MINHA EX-ESPOSA PASSOU O NOSSO CARRO PARA UMA AGENCIA, POREM ESSE VEICULO ESTA FINANCIADO PELO BANCO, O DONO DA AGENCIA FICOU DE QUITAR A DIVIDA E TRANSFERIR O CARRO QUE ESTA NO MEU NOME, POREM ATE AGORA ELE NÁO O FEZ, COMO DEVO PROCEDER, PARA BLOQUEAR ESSE VEICULO

    1. Nelson, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas, e, inclusive sinistros (acidentes). Você pode entrar com uma ação judicial contra a agência. Na ação judicial, vc deve solicitar o o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve pedir também a tutela de urgência para que o juiz solicite judicialmente ao dono da agência que ele faça a transferência.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Esperamos tê-lo ajudado. Abs.

  22. Boa tarde! Vendi um caminhão para uma empresa mas não fiz a trasferência, o funcionário se envolveu em um acidente com carro de terceiros o seguro do carro batido agora estar me cobrando como se fosse eu o motorista do acidente. tenho a obrigação de fazer esse pagamento

    1. Cristiane, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas, e, inclusive sinistros (acidentes). Portanto, a empresa de seguro pode cobrar de vc esse prejuízo.

      Mas a empresa tem de assumir isso. Vc já chegou a conversar com a empresa sobre isso para que eles assumam o sinistro? Até porque o seguro não deve estar no seu nome.
      Se não houver acordo, sugerimos que procure um advogado com urgência, que poderá te ajudar melhor com base na lei.
      Em geral, quando casos como o seu acontecessem, sugerimos aos internautas para moverem uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Esperamos tê-la ajudado. Abs.

  23. Boa tarde, efetuei a compra de um veiculo junto a concessionária. Peguei o DUT fui ao cartório e reconheci firma como comprador do veiculo. A concessionaria ficou de fazer a transferência do veiculo por parte dela e reconhecer como vendedor o veiculo. Porém, ja se passaram 15 dias e a concessionária ainda não me deu o documento em meu nome.
    O que devo fazer ? Visto que pelo meu entendimento, o carro ja esta no meu nome.

  24. Boa noite comprei um carro dei 7 mil de entrada fizemos um contrato no cartório paguei o IPVA um mês depois descobri que o cará é golpista ele sumiu com documento do carro e agora tem outro cara falando que o carro é dele e que o carro segundo ele tinha emprestado um carro para está pessoa mostra pra alguém e essa pessoa não devolveu o carro o carro está alienado vou perder oque paguei meu contrato não vai ter valor nem um alguém me ajude

    1. Regiane, obrigada pelo contato. O seu caso é de âmbito criminal. Você deve prestar queixa e fazer um boletim contra a pessoa que te vendeu em uma delegacia e contratar um advogado criminal rapidamente, que poderá te orientar com base na lei. Boa sorte!

  25. BOA NOITE. Comprei uma moto de leilão com um rapaz, onde o mesmo me passou a nota de arremate e o contato do arrematante. Tentei entrar em contato com o arrematante mas não consigo, para poder regularizar a situação da moto. Como não consigo entrar em contato com o arrematante qual procedimento devo tomar?

  26. Vendi meu carro
    A pessoa financiou no banco
    Não pagou
    O carro foi apreendido porém está no meu nome
    Tem multas e licenciamento atrasados
    O que acontece comigo
    E quanto a ela que não pagou o financiamento!

    1. Maria, obrigada pelo contato. Como o carro ainda está no seu nome, que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie a venda, mesmo que financiado.
      Se o financiamento estiver no nome do comprador, ele terá o nome negativado. Mas o ideal é que vc procure um advogado que poderá te orientar melhor, inclusive, informando se há algo que possa ser feito para que vc não saia no prejuízo.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Boa sorte!

  27. Boa tarde, houve o arremate pelo leilão de uma moto que eu possuía, após o arremate o oficial de justiça junto do arrematante foram retirar o bem na minha residência, isso faz 2 anos, o oficial de justiça me entregou todo o mandato de execução do bem, com data de retirada do bem e etc … Mas até hoje o arrematante não transferiu o bem no nome dele, já fiz vários contatos com o mesmo mas não tive sucesso, ele só me enrola, enfim, continua pendente os valores de IPVA desde de a época em que ele levou o bem.
    Estava pensando em entrar com um processo contra o mesmo na vara de pequenas causas, como devo proceder? Sera essa a melhor forma?

    Obrigado.

    1. Marcelo, obrigada pelo contato. Sim, você pode entrar com uma ação judicial contra o arrematante. Até porque enquanto a moto estiver no seu nome, vc será responsável pelo pagamento de taxas, tributos e responderá também por eventuais sinistros. Na ação judicial, vc deve solicitar o o bloqueio da moto junto ao Detran. Você deve pedir também a tutela de urgência para que o juiz solicite judicialmente ao atual dono que ele faça a transferência.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  28. Meu filho vendeu um fusca velho , PASSADO no cartório. Não tem o Dit. A PESSOA QUE comprou não passou para o nome dela. Meu filho ficou com dívida ativa no Detran porque a pessoa não passou para seu nome e nem pagou as taxas. Meu filho procurou a pessoa e esta informou que vendeu o carro pro desmonte. O que poderá ser feito? Para emitir segunda via do documento precisa vistoria, placas e mais coisas que não existem Mais.

    1. Alcina, obrigada pelo contato. Como o carro já foi para desmonte, deve haver um registro que seu filho possa obter e regularizar essa pendência no Detran. Sugerimos que ele, consulte o própiro Detran de sua cidade, que, com certeza, fornecerá as orientações para que ele possa solucionar o problema. Boa sorte!

  29. boa noite eu queria tira uma duvida quem pode mi informa que um carro alienado foi vendido so que o ex dono so fez assina o nome dele mais não reconheceu firma e nem fez o comunicado de vendas e A CARTA O BANCO JA MANDOU PRA FAZER A QUITACAO E O DONO ATUAL NAO FAZ O PAGAMNETO DO BOLETO PRA QUITA O CARRO E NEM DA UMA RESPOSTA CERTA PRA O BANDO FICA ENROLANDO O EX DOMO PODE DA QUEIXA DO DUT DO CARRO E PEDE A PRENCAO DO VEICULO

  30. Bom tarde, comprei uma moto onde seu ex dono havia falecido com a mesma, fechei negocio com a mãe do ex proprietário com um contrato de compra e venda. Então ficou acertado que eu arrumaria os defeitos e levar para o DETRAN para fazer a transferência. Nesse meio tempo uma Kombi bateu na moto parada e o seguro deu PT na moto. Como não havia transferido para meu nome o valor vai cair na conta mãe do ex dono da moto por conta do inventario. Mas o valor que o seguro vai pagar é maior do que o valor que eu comprei a moto, e a mãe do proprietário da moto não que me devolver o valor todo, e sim o valor que eu comprei a moto. Como devo proceder?

    1. Douglas, obrigada pelo contato. Seu caso parece bem complicado. O seguro foi vc quem pagou? Se for, o dinheiro a receber é seu por direito, e a ex-dona não tem nada a ver com isso, já que vendeu a moto para vc. Porém, como ela está resistindo, sugerimos que vc procure um advogado o mais rápido possível, que poderá te orientar melhor com base na lei. Mas busque logo um advogado para sair na frente em caso de alguma ação judicial e guarde todos os comprovantes e outros documentos que comprovem a transação. Boa sorte!

  31. boa tarde , comprei um carro numa loja porem a loja fechou e nao me entregou o recibo pra transf o carro esta financiado , a possibilidade de conseguir o recibo com o detran pra eu transf pro meu nome

    1. Carlos, obrigada pelo contato. O ideal seria que vc pegasse de volta seu documento e tentasse outro despachante, até para saber se as justificativas para o fato de ele não fazer a transfeência têm fundamento. Ouça uma segunda opinião e pegue seu documento de volta. Boa sorte!

  32. boa tarde, passei a tranfêrencia pro despachante faz mais de 2 anos, e ele não cpnseguiu transferir ainda, dando varias desculpas que nao deu certo processo, o que fazer?

  33. Boa tarde
    Comprei um carro a quais um mês, o número do chasse esta sumido não passou na vistoria, e antigo dono sumiu ..
    Oqe devo fazee nesse caso ?
    Posso desfazer o negócio?

  34. boa tarde,comprei um carro a quase 1 mês atras em uma revendedora,mas o vendedor nâo me entregou o recibo para fazer a transferência.e toda vez que ligo eles me passam que foi solicitado mas ainda não chegou.
    Eu posso solicitar a devolução do valor e desfazer o negócio.desde já obrigado

    1. Robson, obrigada pelo contato. Em geral, o Código de Defesa do Consumidor estabelece algumas razões que o consumidor pode voltar atrás, quando se sentir lesado em uma situação de compra. No caso, você pode abrir sim uma ação no Procon da sua cidade e pode pedir o cancelamento do negócio. Porém, por outro lado, como vc já usou o veículo, a loja poderá exigir também ser ressarcida por esse período de uso. Portanto, o ideal é que você vá ao Procon no sentido de exigir que eles te entreguem o documento. Também sugerimos que procure um advogado, que poderá te orientar melhor em relação a todas as possibilidades com base na lei. Boa sorte!

      1. Raquel, no meu caso eu comprei uma moto na agência de um amigo meu, moto essa deixada por uma outra pessoa com o recibo assinado, para a loja negócia, aí então eu dei uma entradae assumi as parcelas restantes, quando falto duas eu quitei a moto, e munido do recibo já assinado pelo antigo dono eu entrei em contato e ele agora não quer ir ao cartório honrar com a venda pois ele teve uma desavença na loja, eu não tenho e nem sei o que houve entre eles, como faço para obrigar ele fazer esse reconhecimento de assinatura, pois que pagou @ moto foi eu.?

  35. Olá boa noite eu vendi uma em 2010 pra uma pessoa daí eu tinha perdido o recibo falei pra pessoa que ia providências mas daí vendeu pra outra pessoa me informou a venda conversei com a pessoa sobre a transferência daí disse pra mim aguardar um pouco pois não tinha como no momento aguardei mas a pessoa vendeu a moto pra outra pessoa e ela não informa o paradeiro da mesma como faço posso registrar um boletim de ocorrência

    1. Herli, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto a moto estiver no seu nome, vc continua responsável por ela (taxas, impostos e até mesmo sinistros que venham ocorrer). Vc precisa levantar os dados do atual proprietário ou da última pessoa que vc vendeu e abrir uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. É recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei, até mesmo obtendo as informações do atual proprietário. Boa sorte!

  36. Vendi uma moto para uma pessoa e esta moto esta no nome da minha esposa e o cara vendeu para terceiros e a moto sumiu como faco para tirar essa responsabilidade dela sendo que o recibo e o fut o cara nao sabe onde ests

    1. Tatiana, obrigada pelo contato. Se a moto está ainda em nome de sua esposa, todas as multas e outras taxas recairão sim, sobre o nome dela e sua CNH. Você pode judicialmente fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que a obrigue a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  37. Olá tenho um carro em meu nome que foi vendido e o novo dono ainda não fez a transferência, agora estou tirando minha cnh,queria saber se o novo dono for multado com o carro ainda em meu nome eu perco a cnh?
    Se ele for multado ,tem jeito de transferir os pontos p ele msm ou para outra pessoa,para não vir para a minha cnh e eu não perde lá?

    1. Cristiane, obrigada pelo contato! Se o veículo está ainda em seu nome, todas as multas e outras taxas recairão sim, sobre seu nome e sua CNH. Você pode transferir os pontos. Com as multas em mãos, você preenche um formulário específico e transfere para ele a pontuação. Você precisará dos dados do proprietário atual (nome completo,endereço e, inclusive, número da CNH dele) para preencher o formulário. Porém, o DETRAN define um tempo para fazer a transferência. Não demore muito para levantar essa informação.
      Outro procedimento que pode te ajudar é preencher (pode ser até mesmo no site do Detran), o formulário comunicando a venda do veículo. Isso não vai te eximir das responsabilidades enquanto o veículo estiver em seu nome, mas pode ser uma medida de proteção.

      Caso o atual proprietário demore muito para fazer a transferência, você pode mover uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

      Você pode também fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  38. Ola eu tenho uma moto conprei fas poco tenpo so q qinda n consegui fazer a transferencia pq perdi todos os documentos do veiculo e o antigo proprietario n mora aki na mesma cidade q eu oki eu devo fazer?

    1. Maxwell, obrigada pelo contato! Pelo que apuramos, você terá de pedir para o antigo proprietário solicitar a segunda via dos documentos, ou então solicitar ao antigo proprietário uma procuração exclusiva para esse fim, de modo que vc mesmo possa pedir a segunda via dos documentos. Vc pode enviar a procuração, feita por um advogado, para que ele assine e te autorize. De qualquer forma, sugerimos que consulte um advogado para mais esclarecimentos. Boa sorte!

    1. Maurício, obrigada pelo contato. Pelo que apuramos, vc precisará desse documento sim para fazer a transferência. Mas, de qualquer forma, sugerimos que vc procure um despachante ou um advogado ou até mesmo se informe junto ao Detran se há outra possibilidade para realizar a transferência. Boa sorte!

  39. Vendemos um carro pela empresa, entretanto, na época não fizemos a comunicação. Em seguida, o comprador vendeu um carro para terceiro e esse terceiro financiou com o banco a compra do carro que CONTINUAVA NO NOME DA MINHA EMPRESA. Esse terceiro deixou de pagar IPVA e descobrimos que o carro ainda estava no nome da empresa. O Banco pode ser responsabilizado por não verificar o real proprietário?

    1. Mayara, obrigada pelo contato. Pelo que apuramos, o Banco pode ser sim responsabilizado. Ou seja, para fazer o financiamento, o responsável pela empresa (no caso vc) deveria ter assinado (e autorizado) o financiamento (a não ser que houve alguma falsificação de documento, que torna o caso ainda mais grave). De qualquer forma, sugerimos que vc procure um advogado que pode te orientar melhor com base na lei e busque averiguar no banco os termos desses financiamento, já que o veículo continua em nome de sua empresa. Boa sorte!

  40. Olá eu comprei um carro Fiat uno não passei para meu nome porque o antigo dono sumiu já faz um ano não consigo entrar em contato com ele só tenho em mãos o documento do carro mais não tenho o Dut o que devo fazer caso não o encontrei nunca mais ?

    1. Roberto, obrigada pelo contato. Realmente, seu caso é complicado, pois vc precisará do documento assinado pelo antigo dono para transferir. Sugerimos que vc entre em contato com o Detran de sua cidade para verificar outra alternativa, já que são comuns casos como seu. Ou tente consultar um despachante para verificar se pode ser feito algo com base na lei. Boa sorte!

  41. Ola queria Uma informacao estou comprando um veiculo mas ele esta com o dut preenchido para esta pessoa que esta me passando.ha 2 anos .tem Como pedir 2 via do dut para passar para meu Nome?

    1. Paola, obrigada pelo contato. O que pode ser feito é o dono do veículo solicitar essa segunda via do documento (como se tivesse perdido o documento). Dessa forma, ele mesmo depois passará para você. Não conhecemos outra forma, mas, sugerimos que você procure um despachante que poderá te informar melhor com base na lei. Boa sorte!

  42. Boa tarde!
    comprei uma marajó do meu cunhado, só que ele não sabe com que esta a procuração..
    por que ele pego numa divida.
    agora eu não consigo pegar o licenciamento de 2019.
    e o meu cunhado não tem mais contato com os antigos donos dela..
    como eu faço estou perdido…

    1. Anderson, obrigada pelo contato. Seu caso parece mais complicado, por que para uma solução, você precisará ter o contato dos antigos donos ou mesmo uma procuração deles. Talvez, um caminho, seja também tentar encontrar as pessoas que passaram a procuração para seu cunhado. Sugerimos que você entre em contato com um despachante ou com um advogado especializado, que poderão te orientar melhor com base na lei. Boa sorte!

  43. vendi um automóvel, recebi o valor só que novo proprietário levou o carro.. sendo que o recibo de transferência esta comigo em branco.. hoje não sei onde o carro esta, e o telefone do novo proprietário so dar fora de área.. também não sei onde ele mora…. posso dar como furtado esse carro, posso registra como apropriação indebito … posso dar baixa nesse carro… o que fazer ?? des ja meu muito obrigado

  44. Oi estou muito preocupado e não sei o que fazer. Vendi um chevette a a 1 ano e meio para um conhecido que ficou de fazer transferencia, Porém o pgamento foi em dinheiro na mão. E ele tempos depois vendeu para outra pessoa e essa pessoa que está com carro não sabemos aonde está e mesmo pagando o esse desconhecido tem pago o ipva 2018 e agora 2019. Não está chegando multas, porém quero tirar do meu nome. Não sei quem está com o chevette e não sei onde mora. O que devo fazer? Sou do Rj e no site do detran tem apenas um formulário especial de venda no qual pede para preencher os dados do comprador e que comprove o pagamento. Porém o pagamento foi na mão. E agora?

    1. Otoniel, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto o veículo estiver no seu nome, vc continua responsável por ele (taxas, impostos e até mesmo sinistros que venham ocorrer). Vc precisa levantar os dados do atual proprietário e abrir uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, vc precisa dos dados do atual proprietário. É recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei, até mesmo obtendo as informações do atual proprietário. Boa sorte!

  45. Comprei o carro e por falta de conhecimento pois foi o meu primeiro carro o ex dono não fez reconhecimento de firma e nem comunicado de venda no fórum hoje 3 anos depois eu já fiz de tudo pra transferir e a pessoa que me vendeu que nem foi o dono ta me pressionando da baixa do carro no Detran sendo que o errado e ele

    1. Jiliade, obrigada pelo contato. Vc precisa levantar os dados do ex- proprietário e abrir uma ação judicial contra a pessoa. É recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  46. Bom dia.
    Comprei um carro.
    O vendedor já reconheceu a firma.
    Apenas eu não consegui ir no cartório fazer o reconhecimento como comprador.
    Isso foi em Novembro de 2017.
    Agora preciso vender o carro.Preciso fazer uma dupla transferência.
    O que devo fazer agora?
    Ir no Cartório Reconhecer a firma como comprador e depois de emitir o Documento, Abrir firma como vendendo o carro para o novo comprador?

    1. Alberto, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto o veículo estiver no nome da pessoa, ela continua responsável por ele. A lei mudou um pouco. Talvez vc consiga fazer a transferência, pagando uma multa, já que o antigo proprietário reconheceu a firma dele. Mas o ideial é que vc procure um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei, até mesmo obtendo as informações do ex-proprietário. Boa sorte!

  47. Boa tarde, dei na troca por um carro uma moto em uma revenda, o dono da revenda me garantiu que faria comunicação de venda dela assim que vende-se, mas não fez, a moto foi vendida em junho de 2018 mas continua no meu nome, entrei em contato com o comprador, consegui reconhecer firma de minha assinatura no CRV no tabelionato mas ele não, ai mês passado ele disse que estava fazendo a transferência e até já havia pago as taxas, o que confirmei no sistema do detran, mas ele faleceu antes de transferir e a moto ainda tem uma inclusão de financiamento pendente, alguma saída deste problema?

    1. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto o veículo estiver no seu nome, vc continua responsável por ele (taxas, impostos e até mesmo sinistros que venham ocorrer). Vc precisa levantar abrir uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio da moto junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência. Como ele faleceu,mas a moto não tinha sido transferida, ela não pode ser incluída em inventário, j[a que não está no nome dele (do falecido). Portanto, em tese, a moto ainda é sua. É recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Vc também pode acionar a revenda, em um processo por perdas e danos, pelos aborrecimentos que lhe foram causados. Boa sorte!

  48. Boa tarde vendi uma moto para uma pessoa e perdi o contato com ela está fazendo 5 anos continua chegando multa achei essa pessoa tem um mês e ele me informou que tem 4 anos que a moto foi apreendida . Obs não foi feito a transferência do veiculo

    1. Adilson, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas do veículo. Nesse caso, mesmo que a moto tenha sido apreendida, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que a comprou e não efetuou a transferência, solicitando também o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue você a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Também sugerimos procurar um advogado, que o orientará melhor com base na lei. Abs

  49. Comprei uma moto e reconheci firma e tudo no cartorio. Mais fui roubado antes de faser tranferencia e estou recebendo multas oque faser nesse caso.

    1. Everton, obrigada pelo contato. No seu caso, vc comunicou o roubo, inclusive no Detran? Mas se vc não fez a transferência, as multas não deveriam vir para em seu nome. Deve ter ocorrido algum equívoco. Sugiro que vc procure um despachante ou um advogado especializado para te orientar com base na lei. Boa sorte!

  50. Estou com problemas pra transferir o meu. Comprei um carro de um rapaz , e ele disse que o carro ainda estava no nome do antigo dono. Diz ele que, quando comprou o cara disse que não tinha pressa pra transferir e que poderia usar tranquilamente. Me vendeu dizendo que eu não precisava de pressa pra isso. Mais eu quero . Fui atrás do antigo dono pra assinar o recibo que ainda estava em branco. Mais o cara está preso ! Comprei e não posso passar porque o cara tá preso. O que faço???

    1. Andressa, obrigada pelo contato. Seu caso é um pouco complicado, por que o único jeito de transferir para seu nome é a pessoa (no caso o ex-proprietário) assinar o documento. Sugiro que vc procure um advogado para que ele possa te orientar melhor, informando se há outra saída dentro da lei. Boa sorte!

  51. Passei o carro para um conhecido, E meu conhecido passou para outra pessoa e o carro está em meu nome ,Agora recebi uma carta q o carro foi apreendido cheio de multas e documentos atrasados ,E não tenho condição de pagar esse débito todo ,E agora como faço para tirar do meu nome

    1. Hellen, obrigada pelo contato. Quando vendemos um automóvel e assinamos o documento de compra e venda, é fundamental reconhecer a firma no cartório e colocar a data que você vendeu o veículo para se proteger de possíveis aborrecimentos. Dessa forma, o novo proprietário é obrigado a fazer a transferência em um mês após a compra.
      Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o veículo permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas e até mesmo sinistros (responsabilidade em acidentes).
      Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o carro. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso não te exime totalmente das responsabilidades sobre o veículo. Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte

    1. Claudio, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o veículo permanece em nome do ex-proprietário, que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas e até mesmo sinistros (responsabilidade em acidentes). Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa, solicitando que o antigo proprietário faça/assine o documento de transferência. Mas, para isso, vc precisará dos dados pessoais do antigo proprietário.Nesse caso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará a situação e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

  52. Gostaria de saber o seguinte comprei um carro mais o Dut já estavam preenchido pôr outra pessoa a não ser o proprietário. E não transferiu para o seu nome , e gora quero transferir para o meu nome teria como fazer isso com o Dut preenchido? O documento está tudo OK

    1. Vanusa, obrigada pelo contato. Se a data de transferência já estiver expirada, vc não vai conseguir fazer a transferência, ou então vai pagar multa. Nesse casos, vc pode pedir para o antigo proprietário solicitar uma segunda via do documento no Detran, que virá no nome dele e sem assinatura. Isso é possível fazer. Para melhor orientação, consulte um despachante, talvez seja possível transferir se vc pagar a multa, sem ter de ir atrás do antigo proprietário. Boa sorte!

    1. José, obrigada pelo contato. Quando vendemos um automóvel e assinamos o documento de compra e venda, é fundamental reconhecer a firma no cartório e colocar a data que você vendeu o veículo para se proteger de possíveis aborrecimentos. Dessa forma, o novo proprietário é obrigado a fazer a transferência em um mês após a compra.
      Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o veículo permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu o carro. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso não te exime totalmente das responsabilidades sobre o veículo. Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte

  53. Vendi minha moto pra minha irmã preenchi o dut e fiz compra e venda mas ela não transferiu e me devolveu a moto preciso fazer a transferência pois continua no meu nome?

    1. Tatiana, obrigada pelo contato. Deixa ver se entendemos, vc quer transferir a moto para o nome dela? Se for isso, basta ir ao cartório, fazer o reconhecimento de firma de ambas e assinar o documento. Também faça o comunicado de venda no site do Detran. Boa sorte!

  54. Eu troquei meu carro por outro em uma revenda a revenda por sua vez vendeu meu carro a um Uruguaio que passou rodando quase 5 anos do lado do uruguaio da fronteira contratei um advogado ele mesmo foi ao uruguai e falou com o comissário de polícia achamos o carro e guinchamos para o lado Brasileiro o veículo está em uma garagem trancado o mesmo estava atirado na rua nem pneus tem mais só estou no aguardo para ver que atitude tomar para solucionar de vez está situação.

    1. Fabiano, obrigada pelo contato. Para evitar esses problemas, é fundamental fazer a transferência assim que vc vende o veículo. Muitos leitores entram em contato relatando aborrecimentos, pq deixaram de transferir e acabam tendo de acionar advogados para solucionar o problema. Nossa recomendação é nunca deixarem de fazer a transferência. Boa sorte para vc!!

  55. oi boa tarde fiz uma comunicação de venda do meu veiculo p outra pessoa será se consta alguma coisa no meu nome pq fui fazer um papel e n consegui pq meu cpf ainda consta no veiculo e o veiculo está atrasado a 4 anos como faco p q libere meu cpf pq estou precisando

    1. Adriana, obrigada pelo contato. Se vc fez a comunicação da venda no site do Detran, isso te ajuda, mas não te isenta de responsabilidades em relação ao veículo (como taxas e impostos etc.), caso o atual proprietário não esteja fazendo essas quitações. Vc precisa encontrar o atual proprietário e exigir que ele faça a transferência, para liberar seu CPF.

  56. Ola comprei uma moto e pessoa me informou que nao estava transferida ainda para o nome dela , me iformou o contato do primeiro dono , e de rpente estou sentindo que ha uma ma fe em assinar um documento para realizar definitivo a transferência para meu nome , o que devo fazer de imediato para responsabilizar os dois

    1. Sérgio, obrigada pelo contato. Vc deve exigir que ele faça a transferência para seu nome com urgência. Para abrir uma ação judicial, é importante consultar um advogado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Caso tenha dúvida, contate também um despachante. Infelizmente, existem sim muitas pessoas mal intencionadas, portanto, não demore para exigir a transferência ou consultar um advogado. Guarde também todos os documentos, papéis etc., que comprovem a compra e vc possa se salvaguardar. Boa sorte!

  57. Vou comprar um carro porem tenho 20 anos e me falaram que só consigo colocar no meu nome o carro apenas com 21 anos , isso é verdade ? Se sim oque posso fazer?

    1. Jhonatan, obrigada pelo contato. Essa informação não procede, mas, de qualquer forma, consulte um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

    1. Luis, obrigada pelo contato. Seu caso parece meio complicado. E como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação, não temos em nosso quadro profissionais da área jurídica. Assim, nossa sugestão é que vc procure um advogado, que poderá te oreintar melhor com base na Lei. Boa sorte e seguimos à disposição. Abs.

  58. Oi nos compramos um carro uma vez e o carro esta no nome de um falecido mas o dut prenchido a tras esta no nome de uma mulher que a 6 anos nao avia tranferido o veicolo pro nome dela mas ela tambem nao deu baxa no detran do prenchimento do dut no nome dela ai nos compramos o carro 6 meses depois a poilicia fes aprençao com tudo e foi ate os documentos vencidos e o homem que vendeu pra nos agora quer tranferir pra nos,um detale nos nao fizemos papel nenhum com esse senhor que vendeu o carro pra nos.nos compramos na palavra dele. E ficamos sabendo ums 4 meses depois da compra que os documentos estava no nome do falecido que nem ele nao conhecia e a mulher que avia prenchido o dut tinha vendido pra ele.eu queria saber no isso pode resultar se vem multa no nome da senhora do dut ou nao se tem como tranferir sem nenhum documento e se pode perder. Carteira

    1. Tainara, obrigada pelo contato. Seu caso parece bem complicado, pois há muitas pessoas envolvidas. Sugerimos que vc procure um advogado, que poderá te orientar melhor copm base na lei. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Sempre que possível, ajudamos em casos e orientações mais simples. Mas como não temos profissionais da área jurídica em nosso quadro de pessoal, é mehor vc que vc consulte mesmo um advogado. Boa sorte. Estamos sempre à disposição.

  59. Olá! Vendi o meu carro que estava batido com um bloqueio de média monta . Entreguei os documentos do carro ao comprador, pois ele o revedeu para outra pessoa para reformalo e o comprador e eu não sei se foi reformado pois o outro comprador faliu. E eu não sei onde o carro está. Como faço para dar baixa no carro. Pois tenho um antigo dute e uma cópia do recibo. Como faço para dar baixa no carro.

    1. José, obrigada pelo contato. Vc deve procurar o Detran da sua cidade para se informar, em primeiro lugar, a respeito. No próprio site do Detran, vc pode também comunicar a venda, mas isso não te isenta de taxas e sinistros, caso o veículo continue no seu nome. Paralelamente, sugerimos que vc consulte um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte!

  60. Ola bom dia, comprei um carro de um 3o q tinha procuraçao do proprietario com todos os poderes, mas depois verifiquei que o propretario ainda deve ao banco do carro, tenho procuracao do 3o pra mim, Ainda o proprietario q esta no registro do detran sc registrou a venda p o 3o no site ai consta a venda para o 3a. no documento do detran, qual e a responsabilidade do proprietario passar procuracao com poderes de venda etc.. se nao quitoru com o banco e ainda colocou no detran comunicacao de venda agora nao da pra transferir por que tem a divida e nao pode licenciar pq esta em nome do 3o. no detran, mas o carro esta penhorado no banco, o q fazer; obrigado.

    1. Ademir, obrigada pelo contato. Somos uma empresa de comunicação e tentamos esclarecer, na medida do possível, as dúvidas de nossos leitores. Mas como seu caso parece complicado e não contamos com profissionais da área legal em nosso quadro, sugerimos que vc procure um advogado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Continuamos à disposição. Abs e boa sorte!

  61. Boa Noite…preciso de uma ajuda no meu caso, onde vendi um carro para uma pessoa em 2013, preenchi o recibo de venda e reconheci firma em cartório, sendo assim, entrou como “Comunicado de Venda”. Porém, o novo proprietário não efetuou a transferência, e infelizmente o mesmo veio a falecer. O filho entrou em contato solicitando um novo Recibo, pois é de interesse dele transferir pro nome dele já que é herança e entra no inventário. Gostaria de saber se é simples assim, apenas solicitar um novo recibo de venda junto ao Detran, ou há outros caminhos devido o recibo já estar preenchido em meu nome e reconhecido em cartório?

    1. Charles, obrigada pelo contato. Como ele não fez a transferência, o veículo deve estar em seu nome. Em tese, vc continua responsável por taxas, tributos e sinistros. Numa consulta rápida a um advogado, ele nos informou que o herdeiro pode fazer a transferência direta para o nome dele, pois o fato de vc ter feito comunicação do Detran não irá interferir nesse processo. Como não foi feita a transferência para o comprador que faleceu, você (ou o herdeiro) pode jogar fora o CRV preenchido e solicitar ao DETRAN uma nova via, que estará em seu nome. Isso é comum em caso de desistência de venda. Dessa forma, vc consegue transferir para o atual herdeiro. Mas consulte um advogado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte!

  62. Boa noite, vendi meu carro porem não foi preenchida recibo de compra e venda, ja se passaram 2 anos e estou recebendo multas e IPVA’s atrasados. o que devo fazer para tentar bloquear esse veiculo? Infelizmente não me lembro o nome do comprador, perdi o contato dele.

    1. Paulo, obrigada pelo contato. O seu caso é meio complicado, porque além de não ter nenhum documento ou recibo que comprovem a venda, vc não sabe como encontrar o comprador. Sugerimos que vc procure um advogado, que saberá te orientar melhor com base na lei. Abs.

  63. Boa noite,
    Comprei um carro de terceiros,
    O documento do veículo Está no nome do banco,
    E o Recibo no nome do antigo proprietário,
    Só que eu não encontro mais essa pessoa em lugar nenhum.
    O que devo fazer?

    1. Yuri, obrigada pelo contato. Como vc não encontra o antigo proprietário, tente contatar o banco e verificar o que pode ser feito. Sugerimos também que procure um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! Abs.

  64. Boa noite,tenho um veículo financiado no meu nome,mais não sou o proprietário.O rapaz que está pagando ele tomou uma multa no mês 09 do ano passado,passei a notificação pra ele transferir os pontos pra ele,só que ele o fez depois do tempo limite para isso.
    E hoje chegou uma notificação me informando que foi aberto um processo administrativo para a cassação da minha CNH já que estou cumprindo uma suspensão por excesso de pontos.
    Como devo proceder para que eu não seja prejudicado.

    1. Rena, obrigada pelo contato. Você pode tentar um recurso junto ao Detran, mas não é certo que vc consiga essa transferência de pontos. E ficar irregular com a carteira pode te causar mais problemas. O ideal é que vc procure um despachante que poderá ter orientar com mais conhecimento e com base na lei. Boa sorte! Abs.

  65. Deixei um carro em uma agência para venda consignada, a agencia acabou vendendo mais por motivo que desconheço acabou aparecendo como “bloqueio de estelionato”. A agencia me pagou porém não consegui passar o carro para o nome da mesma e acabei ficando com o DUT sem conseguir transferir. Agora os débitos estão vindo no meu nome e perdi totalmente o contato com a agencia devido a mesma ter fechado. Já fiz um B.O . Agora que procedimento devo tomar ?

    1. Danilo, obrigada pelo contato. A realização do B.O. já foi uma boa atitude, mas “bloqueio de estelionato”, parece ter ocorrido algo mais grave no âmbito criminal. Vc deve também registrar/comunicar no Detran a venda do veículo, o que pode ser feito por meio do próprio portal do órgão, de modo a te salvaguardar de outros danos. Mas sugerimos que vc procure com urgência um advogado, a fim de não se prejudicar ou vir a ser responsabilizado por algo que não cometeu. Um advogado pode te orientar melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

  66. Olá boa noite, eu comprei um carro, e não estou conseguindo passar para meu nome porque o carro está com uma multa no dia em que o ex proprietário fez o documento dele, só que agora ele tá enrolando pra pagar a multa e eu não consigo passar para meu nome, inclusive já até passou dos 30 dias de prazo e já vai vim pra mim a multa tbm… E agora em fevereiro já tem o licenciamento pra pagar.
    O que eu devo fazer?
    Pode acontecer o que com meu nome?
    O recibo tá preenchido no meu nome.
    Me dêem alguma resposta

    1. Ricardo, obrigada pelo contato. Para vc não arcar com o prejuízo, o ideal é que o ex-proprietário pague. Mas, como vc falou, ele não se mostra interessado em pagar. Dessa forma, para não se complicar ainda mais, faça o pagamento da multa, regularize o documento e entre com uma ação contra o ex-proprietário no tribunal de pequenas causas. É rápido e vc mesmo pode conduzir o processo. Vc deve ter o recibo de compra e venda e a data em que comprou o veículo. Com esses documentos, vc consegue comprovar o que está alegando e pedir o ressarcimento. Boa sorte! Abs.

    1. Thiago, obrigada pelo contato. Infelizmente, como o veículo está em nome do ex-proprietário, é um bem que deve entrar em inventário, sem que vc possa fazer algo. O ideal é conversar com os herdeiros e ver como está o andamento do inventário. Assim que sair, eles podem assinar o documento para vc. Ou então, vc pode tentar com os herdeiros desfazer a venda. De qualquer forma, sugerimos que vc consulte um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte.Abs.

    1. José, obrigada pelo comentário. Infelizmente, sem as placas e número de Renavan fica muito difícil verificar esse status. Mas tente consultar um despachante, ele poderá te orientar melhor em relação a novas possibilidades! Abs.

  67. BOM DIA EU VENDI UM CARRO EM 2013 COM A PLACA DA BAHIA ASSINEI E DATEI RECONHECI FIRMA NO DUT TUDO CONFORME SO QUE NAO FIZ O COMUNICADO E ESSE CARRO AGORA ESTA NO RIO DE JANEIRO E EU ESTOU RECEBENDO MUITAS MULTAS SO QUE EU ESTOU MORANDO EM MINAS GERAIS EU NAO SEI O QUE FAZER PARA ME LIVRAR DESTE PROBLEMA JA CONSEGUIR O NUMERO DA PLACA O RENAVAM E O NUMERO DO CHASSI

    1. Wilso, obrigada pelo contato. Como seu caso é um pouco mais complexo, sugerimos que você consulte um despachante ou um advogado especializado, que poderão te orientar melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

  68. Ola, eu vendi um caminhão de minha propriedade e peguei outro como parte do pagamento, fomos ao cartório preenchemos os recibos e reconhecemos firma, só que o caminhão que peguei como parte do pagamento veio no chassis, e nao consigo fazer vistoria dele no chassis, tambem não tenho interesse de ficar com este caminhão, eu consigo vender este caminhao com o recibo preenchido no meu nome e ja tendo passado o prazo de 30 dias para a vistoria? li algo sobre dupla transferencia, mas eu tenho que pedir isso da delegacia ou despachante ou tenho que fazer alguma procuração algo do tipo? desde ja obrigado

    1. André, obrigada pelo contato. Por ser uma dúvida bastante específica, sugerimos que você procure um despachante para te esclarecer melhor com base na lei. Em geral, tentamos orientar nossos leitores, mas como não temos profissionais dessa área em nosso quadro, em caso de dúvidas muito técnicas, recomendamos a busca por um despachante ou advogado especializado. Estamos sempre à disposição. Abs.

  69. Comprei uma moto e não transferi e nem preinchi recibo só peguei o documento o dono queria transferir não transferi pq não tinha condições e agora preciso transferir mas não moro na mesma cidade do dono e perdi o documento e o contato do dono preciso saber o nome do proprietário pra ir atrás dele como que faço pra puxar a placa precisa do Renavan e não tenho como faço?

    1. Elber, obrigada pelo contato. Para vc obter qualquer informação sobre o veículo, você precisa do número do Renavam sim. O seu caso é mais complicado, pois você desconhece onde mora o antigo proprietário. Sugerimos então que você procure um advogado especializado ou um despachante que poderão te orientar melhor com base na lei. Boa sorte e estamos à disposição.

  70. Boa tarde ,vendi a moto e o rapaz não transferiu para o nome dele,porém fomos no cartório e reconhecemos firma!as multas que chegarem vão pra minha habilitação ou pra dele??

  71. Comprei uma moto e não assinei meu nem um papel o antigo dono só mi deu o documento não assinei nada e nem fui no cartório e agora queria passa pro meu nome tem como eu fazer isso

    1. Gislene, obrigada pelo comentário. Para fazer a transferência, você realmente precisará da assinatura do antigo proprietário. Você terá de encontrá-lo. De qualquer forma, possa ser que haja algum outro modo, por isso, aconselhamos que procure um despachante, que poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs.

  72. Oii Bom Dia, meu marido comprou uma moto e preencheu o recibo e reconheceu firma, mas não transferiu nesse prazo de 30 dias, ai ele vendeu a moto para outra pessoa e o atual dono do veiculo acabou sendo pego com a moto sem documento e a moto foi presa, mas o atual dono pagou as multas e tirou a moto, e transferiu para o nome dele, mas esse mês meu marido foi pegar a cadeira de motorista definitiva e não conseguiu por que perdeu a provisoria por causa de uma multa que o atual dono pegou de 7 pontos, isso pode acontecer se no caso ele não chegou a passar para o nome dele, ou ele pode recorrer a isso?

    1. Oii Bom Dia, meu marido comprou uma moto e preencheu o recibo e reconheceu firma, mas não transferiu nesse prazo de 30 dias, ai ele vendeu a moto para outra pessoa e o atual dono do veiculo acabou sendo pego com a moto sem documento e a moto foi presa, mas o atual dono pagou as multas e tirou a moto, e transferiu para o nome dele, mas esse mês meu marido foi pegar a cadeira de motorista definitiva e não conseguiu por que perdeu a provisoria por causa de uma multa que o atual dono pegou de 7 pontos, isso pode acontecer se no caso ele não chegou a passar para o nome dele, ou ele pode recorrer a isso?
      https://naboleia.com.br/vendeu-um-veiculo-e-nao-fez-a-transferencia/

  73. Preciso de uma informação, comprei um carro, já está quitado, o documento foi assinado para fazer a transferência para o meu nome, mas bateram no carro, deu “PT” e a seguradora me indenizará, mas como finalizar a transferência para meu nome, pois não consigo fazer a vistoria?

  74. Boa tarde. Comprei uma moto na mão de uma amiga de minha mulher, fomos no cartório e reconhecemos firma. Só que o prazo de transferência venceu. Mas mesmo assim fiz o pagamento do IPVA, o valor do IPVA foi pago no Detran, mas agora o despachante disse que o documento só poderá ser liberado se fizer a transferência… Isso é verdade? Estou precisando do documento para conduzir a moto e no momento não estou podendo pagar a transferência. Sendo que, o comprovante do pagamento do documento está em minhas mãos. O que posso fazer?

    1. Sulivan Obrigada pelo contato. Pelo que apuramos, desde que as taxas e tributos estejam pagos e o veículo licenciado, você pode transitar com ele, sem fazer a transferência. A não ser que houve alguma mudança na lei, mas não foi o que apuramos junto ao site do Detran.SP. Portanto, sugerimos que você contate um outro despachante para ter uma segunda opinião. Boa sorte. Abs.

  75. Boa noite, eu comprei um veículo a dois anos atrás, em um feirão aqui na minha cidade.
    O que aconteceu, na época não consegui transferir o veículo, porque sofri um acidente na rodovia. Não tinha como fazer a inspeção.
    O vendedor me entregou o DUT assinado, porém ele é pessoa jurídica.
    Quando fui fazer a transferência, o Detran solicitou outros documentos como cópia do CNPJ,contrato social, procuração e a Nota fiscal.
    O vendedor não forneceu esses documentos, e por ter avisado o Detran da venda, o veículo ficou impossibilitado de fazer o licenciamento.
    Corri atrás de todas as formas para regularizar a situação, pois não tive sucesso. Porque a loja fica em outra cidade e fechou (faliu).
    Conclusão, não consegui fazer o licenciamento e o veículo foi apreendido numa blitz, não sei como devo proceder, pois nem a financeira tem esses documentos. Você pode me ajudar?

    1. Wagner, obrigada pelo contato. Em geral, tentamos esclarecer as dúvidas sobre licenciamento dos leitores, mas como seu caso é bastante complexo e não dispomos de profissionais da área jurídica em nosso quadro para falar sobre isso, sugerimos que você procure um advogado especializado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Mas estamos sempre à disposição. Abs!

    1. Holinton, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, a veículo permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. O comunicado ao Detran.SP é uma forma de te proteger de eventuais sinistros, mas não exime totalmente sua responsabilidade sobre o veículo. Nesse caso, se, amigavelmente, você não conseguir fazer com que o comprador faça a transferência, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Abs.

  76. Comprei um carro com recibo preenchido a mais de 30 dias, o antigo proprietário transferiu para seu nome e no mesmo dia eu preenchi o recibo de compra antes dos 30 dias passei para meu nome o veículo e recebi a multa que era do antigo proprietário por não ter feito a documentação no prazo, o que faço.Eu fiz a transferência dentro do prazo.

    1. Thais, obrigada pelo contato. Se você fez a transferência antes dos 30 dias, não há sentido na aplicação da multa. Se a multa é referente ao antigo proprietário, ele terá de arcar com isso. De qualquer forma, para você saber exatamente como agir, terá de contatar um despachante, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! Abs.

  77. Continuando pq esqueci de dizer isso mas de 6 anos agora veio atraz
    Obrigada desde de já
    Pq minha parte eu fiz pagando e ela só enrolou e não fez o papel de transferência e agora advogado falou isso e eu falei p ele eu estava sim responsavel pelo carro falei p ela a proprietária mas ela q não tomou n época providencia d transferência
    Obrg aguardo resposta

    1. Ivana, obrigada pelo contato. Na verdade, enquanto a transferência não for feita, a responsabilidade de multas, taxas etc. é da pessoa cujo nome consta como proprietário no documento. Portanto, se entendemos o que vc falou, vc não fez a transferência. Nesse caso, o antigo ou mesmo o atual proprietário pode sim mover uma ação judicial e acionar um advogado contra você, pedindo a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao primeiro comprador (no caso você) que faça a transferência.

      Quanto à ameaça de denunciá-la por crime de estelionato, acreditamos que isso se deve ao fato de vc ter passado o carro para outra pessoa sem ter feito também a transferência. Como o seu caso está bem complicado, sugerimos que você procure um advogado, com urgência, para te orientar melhor com base na lei e em relação ao que você pode fazer para não se prejudicar ainda mais. Mas não perca tempo. Boa sorte! Abs.

  78. Gostaria de uma informação comprei um carro e a pessoa ficou de passar o papel d transferência e eu paguei quase TD o valor mas aí veio falar q ia providenciar o papel para tinha perdido e iria providenciar mas nd e agora ela colocou um advogado atrás pq chegou multas eu passei o carro p outra pessoa pq n tinha conseguido o documento e falei p a pessoa ir atraz dela e ela n foi mas agora o advogado veio falar q eu era responsável falei q agora não mas era antes mas ela não me passou o documento de transferência e agora veio atraz falando q ia fazer um BO contra mim de estetionato isso pode acontecer pq não fui eu até dei um tempo para ela fazer o papel d transferência e até hj ela não tem este papel agora quer o carro p fazer isso dia o advogado q é p ir n Detran fazer mas pq não fez isso antes eu gostaria de ter estás informações não assinamos nd na época

  79. vendi uma moto com comunicado de venda em meu nome e entreguei o recibo para o comprador e ele já vendeu, eu não tenho mas contato com o cara e preciso tirar a moto do meu nome por que o atual comprador já cometeu varias multas

    1. Gilberto, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, a moto permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu e vendeu a moto, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio da motoo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

      Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu a moto. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso não te exime das responsabilidades sobre a moto.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs

  80. Ola Comprei um carro, e não sou habilitado, no ato da compra fui ao cartorio e reconhecemos firma e datamos a venda certinho, mas não tive a possibilidade de fazer a transferencia dentro do prazo, ocorre que já se passaram 60 dias, o carro não esta rodando, porque não consegui concluir ainda meu processo de habilitação. isso poderá gerar algum problema para minha permissão que ainda esta em processo? ou quais os problemas que isso pode gerar alem da multa pela falta de transferencia. lembrando que o carro não esta rodando

    1. Fabio, obrigada pelo contato. Como vc não fez a transferência, terá de pagar a multa, como já está ciente. A falta da transferência da documentação não interferirá em seu processo de habilitação, no entanto, as taxas devidas, como IPTU, DPVAT etc. continuarão sendo encaminhadas ao antigo proprietário. Sugerimos que vc faça a transferência o mais rápido possível, a fim de evitar conflitos com o antigo dono. Boa sorte! Abs.

  81. Vendi minha moto só que não entreguei o recibo e já entrei em contato com o comprador ele não quer ir fazer a transferência e ele só está como os documentos de 2017 o que posso fazer nesse caso

    1. Andreia, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, a moto permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu e já disse que não quer transferir, você precisará mover uma ação judicial contra ele, solicitando o bloqueio da moto junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

      Você deve também preencher o formulário no Detran, comunicando a venda da moto, que poderá te proteger também, mas não te exime das responsabilidades sobre a moto. A transferência precisa ser feita..
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Mas não perca tempo, pois, em geral, esses processos demoram. Boa sorte! Abs.

  82. Olá… Comprei um carro… o vendedor tinha uma procuração do dono original para revende-lo. E assim fiz o pagamento e o vendedor foi no cartório e autenticou o DUT com meu nome e assinatura e me entregou. Porém eu deixei pra fazer o reconhecimento no cartório na semana seguinte. Só que antes disso o carro foi furtado e levaram o DUT autenticado …
    Como devo proceder agora já que não tenho mais esse DUT autenticado pra dar entrada na transferência no detran?

    1. Eder, obrigada pelo contato. A primeira coisa a fazer, e acreditamos que vc já deve ter feito, é registrar o roubo numa delegacia de polícia, informando que o documento estava no veículo. No DETRAN , eles também poderão te orientar em relação aos trâmites e procedimentos necessários para se isentar de responsabilidades em relação a taxas e sinistros, envolvendo o veículo. Sugerimos também que procure um despachante, que, com certeza, saberá te orientar melhor com base na lei. Obrigada a boa sorte!. Abs.

    2. Eleonardo, obrigada pelo contato. Seu caso parece bem delicado, exigindo esclarecimentos mais técnicos, o que requer mais conhecimentos sobre leis. A nossa sugestão é que procure um advogado especializado, que poderá te orientar melhor com base na legislação. Boa sorte e abs!

  83. Olá Boa tarde
    Sou eleonardo fiz o financiamento de uma moto não cheguei nem a pagar o primeiro ipva estava com muitas multa e estar no meu nome . Ela e 2012 2013 so que fui preso em 2014 ai deixei na casa de um amigo pois eu estava devendo um dinheiro a ele como estava preso não tinha como pagar int esqueci a moto passei dois anos e quatro meses quando me soltei não liguei também pra moto comprei a passagem e vim pra Campinas comecei tirar minhahabilitacao e vi Que não poderia tirar pois a moto Tava e estar sendo usado . Ou seja meu amigo vendeu verbalmente sem eu saber. Agirá sou impedido de tirar minha habilitacao o que fazer ?

    1. Helvécio, obrigada pelo contato! Seu caso é delicado. Na medida do possível, tentamos esclarecer os leitores que nos procuram com dúvidas sobre transferência de veículo, mas, no seu caso, sugerimos que procure um despachante ou um advogado especializado, que poderão te orientar melhor com base na lei. Boa sorte!

  84. Bom dia. Em 2014 vendi meu carro para um vizinho e naquele momento não foi feita a transferencia. Em 2016, quando ele já havia repassado o carro para o irmão dele, e o irmão para uma outra pessoa que não conheço, fui ao detran e fiz o informe de venda ( o irmão do vizinho conseguiu a assinatura da nova proprietária) porém ela não tranferiu até hoje. Desde a venda em 2014 nenhum imposto foi pago e nem multas. A minha ďúvida é: ainda sou o responsável pelo veículo ou como foi informado no detran a venda as responsabilidades passaram para a nova dona?

    1. Maurício, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

  85. Boa noite.
    Eu vendi o meu carro e fui ao cartório datei o recibo e reconhecir firma no cartório no nome do novo comprador so que ele não foi ao cartório e reconheceu firma no nome dele e não transferiu o carro, agora chegou uma ação no meu nome que ele bateu no carro de outra pessoa e agora como devo fazer ?. Pois eu tenho uma cópia do recibo no nome dele com reconhecimento de firma. Essa ação irar para mim ?

  86. Ola! Vendi uma motocicleta para o proprietário de uma revenda e apenas fiz uma procuração que dizia que o novo proprietario ficaria responsável por vender o veículo e também ficaria responsável por multas e crimes que ocorressem com o veículo… Porém o dono da revenda nao transferiu para o terceiro dono e entao recebi uma multa… Pergunto, essa procuração me protege realmente como vendedor?

  87. Olá, fiz a venda de um veículo aonde o comprador ficava responsável de pagar o valor restante do financiamento, esse valor não foi pago, esse comprador vendeu o carro para outra pessoa o mesmo não me passa os dados desse novo comprador para que eu poça entrar em contato, esse primeiro negócio foi feito a aproximadamente 3 anos., O carro permanece em meu nome, agora entrei com processo para fazer CNH , gostaria de saber o que posso fazer , sendo q não localizei mais o veículo e se receber alguma multa pode me prejudicar quanto ao processo da CNH , e também para n perder o carro e ficar com a dívida ativa.

  88. Comprei um carro e fui no cartório reconheci firma o recibo de compra e venda do veículo está em meu nome mais passei o carro pro meu irmão ele foi fazer a dupla mais aparece veículo com óbito pelo INSS o que devo fazer o carro fica no meu nome se vier multa fica no sistema que foi reconhecido firma ou documento do carro fica broqueado posso ter plobrema futuro

    1. Everton, obrigada pelo contato! Seu caso parece bem delicado. Na medida do possível, tentamos esclarecer os leitores que nos procuram com dúvidas sobre transferência de veículo, mas, no seu caso, sugerimos que procure um despachante ou um advogado especializado, que poderão te orientar melhor com base na lei. Mas veja rápido, pois esses processos são burocráticos demoram. Boa sorte!

  89. Boa noite comprei um carro e preechi o recibo de compra e venda depois de uns dia fui ver que o carro ta com as numeracoes ilegiveis e nao da para fazer a tranferencia oque eu faço?

    1. Luiz, obrigada pelo contato. Seu caso é delicado. Sugerimos que você procure um despachante ou advogado especializado, que poderão te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! Abs

  90. Vende uma moto pra um conhecido meu não fui no cartório mais passei o recibo pra ele e assinado porém ele passou a moto pra um tio que foi pra roça e a moto sumiu desde 2009 olhei no detran ela não tem multa mais tá atrasado como faço pra resolver isso

    1. Valdevino, obrigada pelo contato. Se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando ao juiz que oficie ao Detran no sentido de anotar a venda.
      Outro procedimento que você deve fazer com urgência é preencher o formulário no Detran, comunicando que você fez a venda do veículo. Isso já te ajudará a se eximir de alguns problemas futuros. Em geral, até pelo próprio site do Detran é possível fazer essa comunicação.
      Você deve ainda fazer junto à Justiça um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs

  91. Boa tarde. Comprei um carro a 5 dias de uma pessoa q estava a 2 meses com o mesmo, me vendeu disse q o recibo estava td certinho só q ainda estava no nome do antigo dono q ele havia comprado, q ele já iria flar com o dono pra ir no cartório e depois já me traria o recibo só q até agora nada. Falei com o antigo dono e ele disse q o cara q me vendeu o carro ainda nem acabou de pegar ele e que só me liberaria o recibo wia do receber. Como devo agir nesse caso? Posso desfazer negócio e pegar o dinheiro de volta?

    1. Camila, obrigada pelo contato. Acreditamos sim, que vc possa cancelar a venda, mas caso você não queira fazer isso judicialmente, ficará à mercê da boa vontade da pessoa que te vendeu. Por isso, para se proteger e garantir o cancelamento, sugiro que você procure um advogado rapidamente, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! Abs.

  92. Boa noite roubaram minha moto a 10 anos atrás na época não fiz queixa por falta de orientação hoje quando nem mais lembrava da mesma recebi notificação sobre o Cadin como faço para bloquear o documento que na época joguei tudo fora inclusove o de compra e venda e só tenho a nota fiscal.

    1. Karen, obrigada pelo contato. Seu caso é bem delicado, pois para vc recorrer judicialmente ou mesmo fazer qualquer comunicação junto ao Detran, vc precisará dos documentos da moto. Sugerimos que você procure um advogado com urgência, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

  93. Agradecendo muito à sua resposta, mas no caso eu é que comprei o carro há uns quatro anos e o dono da concessionária sempre ficou enrolando para fazer a transferência para o meu nome, pois quando eu comprei o acordo é que a transferência seria com ele, e agora ele passou a loja e não quer mais me atender Nem pelo o Telefone,não sei oq fazer pois o recibo reconhecido firma em cartório ficou com ele para nós fazermos a transferência.

    1. Sheila, obrigada mais uma vez pelo contato. Realmente, seu caso é bem complicado. Como somos uma empresa de comunicação da área de transporte, tentamos ajudar os leitores na medida do possível, mas como não temos em nosso quadro profissionais da área jurídica, que pudessem esclarecer com mais profundidade sua dúvida, sugerimos que você procure um advogado com urgência, que poderá te ajudar com base na lei. De qualquer forma, já faça (caso ainda não fez), pelo site do Detran, a comunicação de venda do veículo, a fim de se proteger de mais problemas futuros. Não perca tempo na busca por um advogado, pois, em geral, esses processos são burocráticos. Estamos sempre à disposição. Abs.

  94. Boa noite . Eu moro no Maranhão, e comprei um carro de um senhor em Brasília Distrito Federal. Esse senhor de quem comprei o carro já havia comprado de outra pessoa na qual não conheço. Mas a pessoa de quem o veículo esta no nome assinou o documento em cartorio, tenho o documento com a assinatura dele. Como eu não passei o carro pro meu nome ainda; após um ano ele deu queixa de Furto no Detran. O carro foi preso e queria saber como eu poderia resolver isso já que não tenho comprovante de pagamento, porque paguei com dinheiro em espécie. Obrigado.

    1. Gustavo, obrigada pelo contato. Realmente, quando a transferência não é feita, o ex-proprietário continua recebendo cobranças e fica responsável por todos os agravos, inclusive, podendo ter o nome negativado, se porventura alguma taxa referente ao veículo não seja paga. Sendo assim, para se proteger, uma saída é pedir na justiça a apreensão do veículo. No caso, ele deu queixa de roubo, a fim de tentar solucionar o problema. Portanto, a melhor coisa a fazer é você procurar um advogado, que poderá te ajudar com mais profundidade e com base na lei. Estamos sempre à disposição. Boa sorte!

  95. Comprei um carro em uma concessionária uns quatro anos atrás,e até hoje eles não fizeram à transferência sempre ficam adiando e agora o dono da loja passou o ponto, liguei para ele e o mesmo falou que ia resolver, só que agora Ele não me responde mas eu só tenho contrato de compra e venda será que tem como eu colocá-lo na justiça.

    1. Sheila, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Outro procedimento que você deve fazer com urgência é preencher o formulário no Detran, comunicando que você fez a venda do veículo. Isso já te ajudará a se eximir de alguns problemas futuros. Em geral, até pelo próprio site do Detran é possível fazer essa comunicação.
      Você deve ainda fazer junto à Justiça um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs

  96. Vendi uma moto e não foi assinado o recibo mais não estou com o recibo e está com o documento atrasado e minha carteira e permissão como faço para dar busca e apreensão
    Ou se tem como dar busca e apreensão mesmo sem o recibo

    1. Douglas, obrigada pelo contato. Seu caso é bem complicado, mas vamos ver se conseguimos te ajudar. Na verdade, de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Outro procedimento que você deve fazer com urgência é preencher o formulário no Detran, comunicando que você fez a venda do veículo. Isso já te ajudará a se eximir de alguns problemas futuros. Em geral, até pelo próprio site do Detran é possível fazer essa comunicação.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Mas não perca tempo, pois, em geral, esses processos demoram. Boa sorte! Abs

  97. Caro amigo eu tou com problema parecidos com os outros só q no meu caso eu comprei veículo mas por falta de dinheiro não transferi ele pro meu nome mas todos os impostos q vem eu pago o veículo está em dia não sei mais onde mora o antigo proprietário q faço agora

    1. Wilson, obrigada pelo contato. Seu caso parece mais complexo. Sugerimos que você procure um despachante ou advogado especializado, que poderão te ajudar com base na lei. Reúna todos os documentos que comprovem que você comprou o veículo (como recibo de compra e venda etc.) e leve para análise desses profissionais. Boa sorte. Abs!

  98. Vendi meu carro pois eu perdi o recibo e ele encontra com os documentos atrasados e a pessoa que compro de mim se responsabiliza em paga mais isso não foi feito e agora oque devo fazer eu fiquei sabendo que ele já foi vendido pra outro como bambu

    1. Anderson, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não transferiu, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Outro procedimento que você deve fazer com urgência é preencher o formulário no Detran, comunicando que você fez a venda do veículo. Isso já te ajudará a se eximir de alguns problemas futuros. Em geral, até pelo próprio site do Detran é possível fazer essa comunicação.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs

  99. Vendi o carro a praticament a 9 meses foi prenchido o recibo e reconhecido firma mais o comprador n transferio ate hj tentou passar o carro pra um terceiro menor de idade mais eu intervir pois o veiculo consta no meu nome ele n paglu nem a documentacao ate hj e ainda perdeu tds os documentos do veiculo ainda tenho contato cm o comprador ele diz q n vai ir atras d documentacao e n ira transferir d acordo cm o despachante da minha cidade a documentacao saira na base de 550 fora a transferencia de 440 ele quer q eu compre o carro novamete mais n tenho condiçoes oq eu posso fzr ?

    1. Raissa, obrigada pelo contato. Seu caso é bem complicado mesmo, mas vamos ver se conseguimos te ajudar. Na verdade, de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e você continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, como o comprador não quer transferir, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.
      Outro procedimento que você deve fazer com urgência é preencher o formulário no Detran, comunicando que você fez a venda do veículo. Isso já te ajudará a se eximir de alguns problemas futuros. Em geral, até pelo próprio site do Detran é possível fazer essa comunicação.
      Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Mas não perca tempo, pois, em geral, esses processos demoram. Boa sorte! Abs

  100. No meu caso foi diferente, fui feira de”laranja” em uma negociação. Pegaram meus dados, preencheram o recibo em meu nome. Porém o recibo só foi reconhecido pelo vendedor. Agora oito anos depois aparece três multas no meu nome, uma delas intransferível. Fui na CIRETRAN me informaram que tem uma comunicação de venda desde 2010. De um carro que não nunca foi meu. O que fazer?

    1. Daiane, obrigada pelo contato. Seu caso parece bem delicado mesmo. Como se trata de uma ação criminal, provavelmente orquestrada por criminosos especializados nesse tipo de contravenção, sugerimos que você procure, com urgência, um advogado criminal, antes que consequências mais graves recaiam sobre você. Abs.

  101. Boa tarde .
    Após fazer o uma restrição adimistrativa. (Bloqueio).
    Se chegar alguma muta ou algum débito de ipva no meu cpf, após a data do bloqueio posso recorrer usando a copia do formulário de anotação usado pra fazer o bloqueio com assinatura re conhecida e autenticada em cartório. ???
    Pois estou tirando a CNH e não posso ter pontuação …

  102. Vendi um veiculo e fiz uma procuracao ae o cara que compro de mim vendeu preencheu pra pra outra pessoa so que essa pessoa n passo pro nome e fica chegando ipva em casa como fasso pra tira do meu nome pra mim comunica venda tem que c eu ou o cara que eu vendi?

    1. Jean, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA. Nesse caso, você precisa comunicar a venda. Isso pode ser feito on-line, preenchendo um formulário no site do Detran. Você pode também mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Ele deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Caso não consiga fazer isso sozinho, sugerimos a você procurar um despachante ou mesmo um advogado, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Esperamos tê-lo ajudado. Abs.

      1. Boa tarde .
        Após fazer o uma restrição adimistrativa. (Bloqueio).
        Se chegar alguma muta ou algum débito de ipva no meu cpf, após a data do bloqueio posso recorrer usando a copia do formulário de anotação usado pra fazer o bloqueio com assinatura re conhecida e autenticada em cartório. ????
        Pois estou tirando a CNH e não posso ter pontuação …

        1. Danilo, acreditamos que sim. Mas como somos uma empresa de comunicação e não temos profissionais da área jurídica com especialização nesse assunto em nosso quadro, sugerimos que você procure um advogado ou despachante que poderão orientá-lo melhor com base na legislação. Só a título de conhecimento, uma decisão recente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu precedente para que ex-proprietários de veículos não sejam responsáveis pelo pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), mesmo se não comunicarem a venda do carro ao Detran (ou Ciretran).
          A decisão do STJ derrubou uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que afirmava que a responsabilidade solidária do vendedor do veículo inclui o pagamento de débitos de multas de trânsito, IPVA e taxas até o momento em que é comunicada a alienação a um órgão responsável. Para o Superior Tribunal de Justiça, o texto do Código Brasileiro de Trânsito (CTB),que rege a cobrança, não se aplica extensivamente aos impostos. E como o IPVA é um imposto, responsabilizar o ex-proprietário vai contra a legislação.
          Segundo o STJ, o artigo 134 do CTB (este artigo determina que vendedor e comprador sejam responsáveis pelas multas de trânsito impostas até a data em que a venda do carro for comunicada) não se aplica ao IPVA – isso porque a falta de pagamento do imposto caracteriza apenas débito tributário, não um tipo de penalidade. Esperamos tê-lo ajudado. Estamos à disposição. Abs.

  103. Ola. Comprei.um carro e passei.pro meu nome no cartorio junto ao vendedor. Por problemas no veiculo talvez devo desfazer o negocio. Como anular esse recibo. Q esta em meu nome?

    1. Ana, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Na medida do possível, procuramos responder as dúvidas dos leitores, mas quanto à essa questão, infelizmente, não temos em nosso quadro profissionais da área jurídica que possam esclarecer essa dúvida. Sugerimos que você procure um advogado especializado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte e seguimos à disposição. Abs.

  104. Olá, gostaria de tirar uma duvida, comprei uma moto por terceiro, o duty da mesma estava assinado, porém o nome do assinante é de um estado diferente, teria como eu fazer a transferência para meu nome?

  105. o carro que meu cunhado comprou pra ele, ficou no nome da minha mãe pra ela ajudar ele e ele vendeu o carro e agora estamos tendo muitos problemas pq o cara enrolou pra passar o nome pro carro e agora deu um problema, bateram em outro carro e é onde a maior parte do problema começa, bateram o carro e a empresa seguradora pagou o concerto do outro carro envolvido e está cobrando o suposto “dono” do carro que é a minha mãe que nem habilitação e nem dirigir ela sabe, não tínhamos nenhuma ciencia do acidente ocorrido, e a seguradora está cobrando um valor de 6.831 reais para minha mae que nao tem nada haver, quis ajudar e saiu prejudicada, o que posso fazer a respeito? eu posso entrar com ordem judicial pra pegar o carro e vende-lo para a concessionaria ou o que faço? estou desesperado.

    1. Vinícius, obrigada pelo contato. Quando há a venda a venda e a transferência não foi feita, o veículo permanecerá em nome do ex-proprietário, e, no caso, você (sua mãe) continua responsável pelo pagamento do IPVA e multas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência e solicitar o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação do novo dono fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário (no caso da sua mãe).

      Você também deve entrar no site do Dentran. Lá eles orientam nesses casos, inclusive, disponibilizam um formulário para preenchimento que você informará que não é mais o dono do carro, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao veículo vendido, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo novo proprietário. Sugerimos também que você procure um despachante ou um advogado especializado, que poderá fornecer informações mais técnicas sobre seu caso com base na lei. Boa sorte!

  106. Olá eu comprei um veículo faz dois anos e não consigo achar o antigo dono ele não mora mas no inderesó e também o carro consta em nome de uma impresa preciso passar para meu nome é regularizar o veículo porque agora moro em Curitiba PR. Como faço pra transferir

    1. Robson, obrigada pelo contato. O seu caso parece que irá te dar um pouco de trabalho. Uma sugestão, é você tentar contatar a empresa a qual está constando como dona do veículo. Mas o ideal é que você procure um despachante ou advogado especializado, que poderão te ajudar com base na lei, sabendo checar as possibilidades para solucionar seu caso. Estamos à disposição. Abs.

  107. Boa noite ,minha dúvida é a seguinte eu vendi uma moto ,para um amigo mas ele nao tinha dinheiro pra fazer a transferência só que derrepente ele vendeu a moto sem me avisar,aí a outra pessoa que comprou queria fazer uma procuração porque também não tinha condições de transferir,mas ele vendeu a moto sem eu saber também ,ai a pessoa que está com a moto só me enrrola e também não transfere pois mora longe e nem conheço ,como posso fazer para me desenrolar disso é me ver livre de problemas ,pois todos agiram de má fé sem me avisar só saíram vendendo sem avisar .

    1. Josy, obrigada pelo contato. Se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), e este será responsável pelo pagamento do IPVA e todos os débitos devidos. Nesse caso, você pode mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor (no caso você) a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Sugerimos também que procure um advogado para te esclarecer melhor a esse respeito. Abs

  108. Comprei um veículo de Lorena sp já tem mais de 10 anos e o antigo proprietário não me passou o recibo ele sumiu não consigo licenciar mais o carro e nem andar mais com ele como devo proceder ?

    1. Jhonatan, obrigada pelo contato. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não temos em nosso quadro profissionais da área jurídica, sugerimos que você se informe melhor com um advogado especializado ou um despachante, que poderão te orientar com base na lei. Ao nosso ver, seu caso é bastante complexo. A Editora Na Boléia está sempre à disposição para ajudar nosso leitores, mas em relação a informações mais técnicas, acreditamos que um profissional especializado na área possa te auxiliar com mais propriedade. Abs.

    1. Felipe, obrigada pelo contato. O seu caso é bastante específico. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não temos em nosso quadro profissionais da área jurídica, sugerimos que você se informe melhor com um advogado especializado ou um despachante, que poderão te orientar com base na lei. Abs.

  109. Ola…Comprei um carro na revenda e transferi para o meu nome tudo certinho, mais o meu carro antigo que entrou no negócio eu assinei uma procuração para o vendedor negociar ele. Como posso me precaver de eventuais problemas?

    1. Olá, Luciano, obrigada pelo contato! Seu caso é mais delicado. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não dispomos em nosso quadro profissionais da área jurídica ou legal, sugerimos que você procure um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! Abs.

  110. Comprei um carro mas não foi transferido para o meu nome, pois foi roubado. O recibo foi feito em cartório. O que pode acontecer sobre débitos ou ocorrências?

    1. Regina, obrigada pelo contato. Enquanto o veículo não for transferido, toda responsabilidade (multas, taxas e danos provocados por acidentes) recai sobre o antigo proprietário, mesmo com o recibo. O ideal é que o antigo proprietário faça a comunicação da venda do carro junto ao Detran, a fim de se proteger de aborrecimentos futuros. Sugerimos que você consulte um advogado ou um despachante que poderão te esclarecer melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

  111. Um cara bateu no meu carro que cheguei a capotar, mas esse carro estar ainda em nome de outro proprietário, sendo vendido mas sem transferência, firma em cartório ou declaração nada do tipo. Quem é o responsável? O proprietário ou o condutor q comprou sem transferir?

      1. Roberto, obrigada pelo contato. Enquanto o veículo não for transferido, toda responsabilidade (multas, taxas e danos provocados por acidentes) recai sobre o antigo proprietário. Mas o motorista também responde legalmente por estar ao volante no momento do acidente. Mas é importante que você procure um advogado especializado que poderá te esclarecer melhor com base na lei. Abs

    1. Vinícius, obrigada pelo contato. Segundo o Detran, os proprietários que não transferem os veículos dentro do prazo de 30 dias, conforme previsto no artigo 123 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), podem levar multa e até perder a Carteira Nacional de Habilitação, caso de condutor/proprietário que tenha a Permissão Provisória para Dirigir (PPD).
      É considerada infração grave, com inclusão de cinco pontos na carteira, conforme prevê o artigo 233 do CTB. Para a transferência de proprietário, há custos com as taxas do Detran, caso o veículo esteja com o licenciamento em dia. Caso contrário, será necessário quitar débitos pendentes, como multas e tributos vencidos.
      Ou seja, você poderá transferir para sua esposa, mas terá de pagar a multa e ela terá de ficar com os pontos na carteira. Para garantir que o antigo proprietário não seja mais responsável pelo veículo é necessário preencher um requerimento de “Comunicação de Venda”, anexado junto à cópia do CRV devidamente preenchida, datado e assinado pelo comprador e vendedor com reconhecimento da assinatura em cartório do proprietário vendedor. O procedimento de comunicação de venda dá cumprimento ao artigo 134 do Código de Trânsito Brasileiro e ainda atende a resolução 398/2011 do Contran. Abs e boa sorte!

  112. Ola boa tarde, deixei uma bis a venda em uma garagem em 2007. Fiz uma procuração e o dono da garagem então passou para frente. Começaram chegar multas e o dono da garagem conseguiu transferir os pontos para o dono da moto. Em 2009 descobri que não havia sido feito comunicado de venda, então fui ao detran e fiz o comunicado com uma copia do documento que tenho. Esse mês chegou uma cartinha do cadin para mim, como devo proceder?

    1. Olá Regiane, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA. O comunicado de venda é um ponto a seu favor, no caso da transferência não ter sido feita. Sendo assim, o antigo proprietário (no caso você) precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Ele deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Abs.

  113. Vendi um carro contrato particular , sem transferir ainda pro comprador , até pagar as parcelas , ele colocou o carro pra uber , é ilegal posso pedir busca e apreensão do carro

    1. Cassia, obrigada pelo contato. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não contamos com profissionais da área jurídica, não conseguiremos esclarecer essa sua dúvida. Sugerimos que você procure um advogado ou um despachante, que poderão te orientar com base na lei. No site do Detran, você encontra um formulário para preenchimento por meio do qual você informará que não é mais a dona do carro, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao veículo vendido, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo novo proprietário. Por outro lado, o ideal seria você transferir o financiamento para o novo dono e, em seguida, fazer a transferência do documento, pois enquanto o carro estiver no seu nome, todas as taxas e multas, além de danos provocados por acidentes,serão de sua responsabilidade. Abs. Boa sorte!

  114. BOA TARDE COMPREI UM CARRO FINANCIADO PELA CIA ITAULEASING DE ARR MECANTIL É QUE CONTA NOCRLV E O CGC O NUMERO E LIGUEI E FUI INFORMADO QUE IA RECEBER QUANDO O CARRO FOSSE QUITADO TERMINEI DE QUITAR E PEDIR O RECIBO DE TRANSFERENÇA E OS DOCUMENTO DE QUITAÇÃO DO PAGAMENTO NÃO ME DERAM E AGORA VEM MULTA COM O MEU CPF E O CARRO NÃO ESTA EM MEU NOME ELES FICARAM JOGANDO A CULPA UM NO OUTRO,NÃO TENHO DOCUMENTO NENHUM NO MEU NOME SÓ EM BAIXO QUE TEM O MEU NOME AGORA NOME DO PROPRIETÁRIO SÓ CIA ITAULEASING MERCANTIL POR FAVOR ME DE UMA AJUDA

    1. Wilson, obrigada pelo contato. Seu caso parece bem delicado. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não contamos com profissionais da área jurídica, sugerimos que você procure um advogado o mais rápido possível, que poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs

    2. Oi vendi um carro pra minha irmã que está td financiado no meu nome ela fez seis multa e só fizemos um contrato de venda reconhe cedo em cartório e diz que fez o comunicado de venda mas esse não reconheci firma como posso reaver o carro de volta na forma da lei

      1. Ruti, obrigada pelo contato. Como o carro está financiado em seu nome e ainda devem haver parcelas a serem pagas, o carro continua sendo de sua responsabilidade judicialmente. O contrato de venda que você mencionou é um documento que tem valor, mas como o veículo está alienado, o dono do carro, na verdade, ainda é o banco. Quando o bem está alienado, judicialmente, não vale nem doação. Portanto, somente após quitá-lo inteiramente, você poderá fazer a transferência. Desta forma, sugerimos que você procure um advogado especializado para que ele possa te ajudar com base na lei. Quanto às multas, você pode indicar o condutor e passá-las para autoria de sua irmã. Boa sorte. Abs.

  115. Comprei um veículo no dia 08/02 (data do preenchimento do CRV com firma reconhecida). No dia 10/02 fui pego dirigindo com a CNH vencida há mais de 30 dias e autuado. Porém, além dessa autuação foi feita outra pro antigo proprietário, baseada no ART. 163 do CTB, por ter permitido condutor com CNH vencida conduzir seu veículo.
    Minha dúvida é a seguinte: se o vendedor fizer a comunicação de venda na quarta-feira (dia 14/02) essa comunicação valerá a partir do dia 08/02, eximindo-o da responsabilidade pela infração?

    1. Cristiano, obrigada pelo contato. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não contamos com profissionais da área jurídica, não conseguiremos esclarecer essa sua dúvida. Sugerimos que você procure um advogado ou um despachante, que poderão te ajudar com base na lei. Boa sorte! Abs

  116. Comprei um carro, porém o vendedor não quer passar o documento (CRV) pro meu nome, fica sempre inventando uma desculpa pra não passar. Como proceder nessa situação? Pois já fiz de tudo e até agora nada.

    1. Eduardo, obrigada pelo contato. Quando vendemos um automóvel e assinamos o documento de compra e venda, é fundamental, no momento do reconhecimento de firma no cartório, colocar a data que você vendeu o veículo. Dessa forma, o novo proprietário é obrigado a fazer a transferência em um mês após a compra. Se você não procedeu assim, entre no site do Detran. Lá eles orientam nesses casos, inclusive, disponibilizam um formulário para preenchimento que você informará que não é mais o dono do carro, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao veículo vendido, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo novo proprietário. Boa sorte!

    1. Alessandra, obrigada pelo contato. Sugerimos que você entre no site do Detran. Lá eles orientam nesses casos, inclusive, disponibilizam um formulário para preenchimento que você informará que não é mais a dona do carro e que o veículo foi roubado, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao carro roubado, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo condutor do veículo. Boa sorte!

  117. Boa tarde. Há mais ou menos 10 anos atras meu ex marido vendeu um carro que estava em meu nome, nao sei o nome da pessoa que ele vendeu e ele passou toda documentação, a unica coisa que tenho é a placa do veiculo. Fui no DETRAN e a unica coisa que me informaram é que o veiculo nao tem multa e que nao é feito pagamento dos documentos desde 2007. Meu ex marido nao encontrou mais o comprador e nao sei onde procurar este carro. Só fiquei sabendo que este carro estava no meu nome quando bloquearam o meu cartao de credito e colocaram meu nome no SPC. Por favor me orientem o que devo fazer .Nao sei por onde começar. Preciso dar baixa neste carro pois como ele ja era um carro mais velho talvez nao esteja mais rodando.

    1. Ires, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda e a transferência não for feita, o veículo permanecerá em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA e de todos os tribtos devidos. Nesse caso, você deve mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência e solicitar o bloqueio do veículo junto ao Detran. Como você não sabe onde está o veículo, pode pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda. De qualquer forma, por ser um caso delicado, sugerimos que você procure um advogado, que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! abs

      1. Oi tenho um veículo está em dia queria transferi ele para meu nome como faço já casei o dono dele e não acho é agora oq eu faço pois th Q pg o 2018 e não vou ter o dut na mão vc me indica alg uma solucao

        1. Fabiano, obrigada pelo contato. Como você não está encontrando o antigo dono, a situação fica mais complicada. Como a Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação e não dispomos de profissionais da área jurídica para tratar desse assunto, sugerimos que você procure um despachante ou um advogado o quanto antes para regularizar sua situação. Eles poderão te ajudar e te esclarecer melhor com base na lei. Boa sorte!!

  118. Boa Tarde. Gostaria de tirar uma dúvida. Comprei uma moto e fiz o comunicado de compra e venda mas ainda não tranferir para meu nome. Pretendo vendê -la. Eu consigo vender a moto e tranferir para o novo dono ou primeiro terei q transferir para meu nome e depois para o do novo dono?

    1. Tatiane, obrigada pelo contato. Segundo o Detran, enquanto você não faz a transferência, o veículo continua sendo do antigo proprietário. Portanto, na hora de você efetuar a venda e pedir a transferência, o antigo proprietário terá de assinar e validar, reconhecendo firma, mesmo que você tenha feito o comunicado de compra e venda. De qualquer forma, para esclarecimentos mais detalhados, procure um despachante, que poderá ajudá-la melhor com base na legislação. Boa sorte! Abs

  119. Doei um carro para a igreja já pedi que façam a transferência pq chegou multas em meu nome e pessoas sem habilitação estavam dirigindo disse que se não passarem no cnpj da igreja eu iria bloquear, ai disseram que iriam entrar com advogado se eu bloqueasse o carro que danos posso sofrer se pegar o carro de volta

    1. Rosi, obrigada pelo contato. Você pode sim pedir o bloqueio, mas existem critérios para isso. Sugerimos que você procure um despachante ou um advogado que poderá ajudá-la melhor com base na lei.

  120. Boa noite .
    Vendi uma moto ano 2007
    Só que na época não tinha conhecimento e só asinei e não reconheci firma em cartório só entreguei a moto o dut e o compre venda asinado .
    Só que ele passou a moto pra outro e esse outro pra outro que desmontou a moto.
    Só que desde que eu passei a moto não foi feito o ducumento.
    E eu queria tirar do meu nome ou bloquear o documento pra não gerar mais debitos como ipva licenciamento etc.
    Como eu faço iso sem o compre e venda sem o dut e sem a moto no qual eu nem sei mais onde está
    A única coisa que tenho dela e só a nota fiscal e o número da placa e renavam.
    Oq eu faço? ??

    1. Danilo, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda e a transferência não for feita, o veículo permanecerá em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA e outros tributos. No seu caso, você deve mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou a moto e não efetuou a transferência, além de solicitar o bloqueio da moto junto ao Detran. O advolgado deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar/egistrar a venda, a fim de que você possa se eximir de mais problemas. Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica que obrigue você a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário.
      Mas, por ser um caso complexo, sugerimos que você procure um advogado que poderá orientá-lo melhor com base na lei. Boa sorte! Abs

      1. Boa tarde .
        Após fazer o uma restrição adimistrativa. (Bloqueio).
        Se chegar alguma muta ou algum débito de ipva no meu cpf, após a data do bloqueio posso recorrer usando a copia do formulário de anotação usado pra fazer o bloqueio com assinatura re conhecida e autenticada em cartório. ???
        Pois estou tirando a CNH e não posso ter pontuação .

  121. Bom dia!
    Comprei um carro de um rapaz e paguei a vista, e esse mesmo rapaz comprou de uma mulher, porém ele não pagou a mulher do carro e ele já preencheu o recibo direto para meu nome, a mulher assinou reconheceu firma tudo certinho no dia 09/01/2018, quando foi no dia 10/01/2018, a mulher deu queixa de roubo do carro, no outro dia eu já verifiquei o gravame, fui a delegacia e meu carro foi apreendido.
    O que devo fazer nessa situação??
    Vou perder o carro que comprei e paguei a vista?

    1. Marcelo, obrigada pelo contato. Realmente, seu caso é bem delicado. Em geral, tentamos ajudar no esclarecimento das dúvidas dos leitores, mas, na sua situação, por ser mais complexa, sugerimos consultar um advogado que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte. Abs.

    1. Rodrigo, obrigado pelo contato. Você pode colocar o veículo em nome de outra pessoa que não possua CNH, mas essa pessoa não poderá conduzir o automóvel. E em caso de eventual infração no trânsito, sua mãe terá de indicar o condutor, caso contrário, os débitos, taxas e quaisquer outros tributos referentes ao veículo serão de responsabilidade dela. Abs.

  122. Resumindo…
    Em 2008 comprei um cg150 no palacio dos leilões em Contagem e ao levar ela para casa da minha ex namorada o vizinho roubou minha outra moto (pop100) e ainda mi ameaçou de morte e jurou q ia roubar a cg 150! !eu peguei a cg levei para minha casa e escondi em um galpão.
    Esse cara que mi jurava de morte começou a mi persegui e eu nem mi lembrei de pegar documentação.
    4 anos depois resolvi ir atraz dela documentação porem sofri um acidênte grave aonde fiquei desacordado um bom tempo e quando acordei…fiquei sem memória é foi aí que o problema piorou!
    Um amg meu disse q precisava de uma moto para trabalhar daí ele pediu a cg150 e perguntou quanto eu irá pedir nela! Eu disse para ele legalizar e tirar do meu nome para não gerar nenhum tipo de restrição e acabar com a dívida do estado.
    Ele buscou a moto e sumiu!!
    Meses depois fico sabendo da boca dos outro que a moto tinha sido entregue para putra pessoa abatendo divida particular e mi ferrando mais ainda.

    Tempo passaram e eu e a pessoa que pegou minha moto cg150 que eu até poderia ter feito queixa e colocado como roubo…
    Mas chegamos a um senso pelo fato dele dizer ter se arrependido.
    ….
    Já se totalizaram mais de 3 anos após o dia em que esse rapaz sumiu com minha moto!
    A moto foi apriendida em Itauna o único documento da moto tinha sumido!!

    Agora conversando e tentando resolver…

    Será que existe possibilidade de transferir essa divida ativa do estado de sp e esse débito com o detran mg para o nome e Cpf dessa pessoa, o que tiraria esse descaso da minha vida e eu como deficiente físico poderia compra veiculo zero com isenção de impostos!!!

    Gostaria de saber se existe alguma forma de transferir qualquer tipo de divida para o nome de outra pessoa que foi quem causou todo esse problema.

    “Na época, mi ou menos 1 ano depois que minha memória começou a voltar aí normal, eu consegui fazer uma ocorrência policial sobre os fatos”

    Dados do veiculo*

    Moto: Honda cg 150
    placa: kje4051
    Fabricação: 2006/ renavan: 00908544928
    chassi: 9c2kc08207r009227

    Preciso resolver isso com uma certa urgência pois sou deficiente físico e dependo de veículo para locomover com mais segurança.

    1. Elmar, obrigada pelo contato. A situação é realmente complicada. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Não temos, infelizmente, em nosso quadro de funcionários pessoas da área legal que possam ajudar a solucionar esse problema, que nos parece bem difícil. Sugerimos que você procure um advogado com urgência, que poderá, com base na lei, te orientar melhor. Boa sorte. Abs.

  123. Comprei um carro golf ano 2001,2.0 Não sei se foi do próprio dono,ficou faltando uma parcela para eu pagar a ele e ele sumiu só estou com o documento ele me disse que que golf tinha 6,70,00 rs de documento pra fazer mais descobri que é muito mais que isso agora como faço pra conseguir encontrar o proprietário e obter o recibo para enfim fazer a transferência do veículo em meu nome

    1. Angela, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda e a transferência não for feita, o veículo permanecerá em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelos pagamentos de todos os tributos e taxas devidas. No seu caso, como a transferência não foi feita e o ex-proprietário também não fez a declaração de venda do carro junto ao Detran, a situação é bem mais complicada. Sugerimos que você procure um advogado ou um despachante, que poderão, com base na legislação, te orientar melhor a esse respeito. Abs.

  124. No meu caso eu passei um carro a alguns anos e passei uma procuração na epoca eu não sabia que não era pra eu ter passado essa procuração depois disso começou a cair multa e o carro ja foi vendido a terceiros ja ate perdir as contas de quantos donos esse carro ja teve , ai me indicaram colocar um bloqueio administrativo. E agora eu achei o carro mas não sei o que faço . eu posso tomar o carro de volta?

    1. Fabio, obrigada pelos comentários. Vamos ver se conseguimos ajudá-lo. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas. Nesse caso, o antigo proprietário (no caso você) precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência (no caso, você deverá mover essa ação), solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.

      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Caso não consiga fazer isso sozinho, sugerimos você procurar um despachante ou mesmo um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Quanto a ter o carro de volta, um advogado também poderá esclarecer essa dúvida com mais exatidão.Esperamos tê-lo ajudado. Abs.

  125. Bom dia!
    Vendi um carro financiado a uma loja que repassou o carro com a promessa de transferir de imediato. Porém depois de 2 anos não transferiu, apenas fez o comunicado de venda ao Detran e agora deixou de pagar 4 prestações. O novo dono pagou as taxas IPVA, seguro, etc, mas não recebeu o documento de 2017. O carro pode andar sem documentos apenas com comprovante que foi pago ?
    Desde já agradeço

    1. Edson, obrigada pelo contato. O veículo não pode rodar sem documentos. Mesmo que o proprietário tenha comprovante de que os encargos foram pagos, ele não tem validade perante o agente de trânsito, que poderá multar ou apreender o veículo. Caso não consiga resolver isso sozinho, sugerimos você procurar um despachante ou mesmo um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Abs

  126. Comprei um carro em 2015, o vendedor fez a comunicação de venda no Detran SP em meu nome, só que demorei pra fazer a transferência, em 2016 o Detran SP bloqueio a transferência, aparece na consulta ( comunicado de atestado de óbito pelo INSS), foi aberto o inventário porém os herdeiros não colocaram o carro no inventário, sabem que foi vendido, o que posso fazer pra transferir?

    1. Alexsander, obrigada pelo contato. Seu caso é bem delicado. Pelo que entendemos, o antigo proprietário faleceu. Com isso, obrigatoriamente, o carro precisa entrar no inventário, conforme fontes que consultamos. Muito provavelmente, devido à demora na transferência, o Detran não aceitará mais a declaração de venda para transferência. Sugerimos que você procure um advogado, que poderá orientá-lo melhor sobre o assunto. Estamos à disposição.

    1. Thiago, obrigada pelo contato. Provavelmente, sim, virá em seu nome. Sugerimos que você fique atento ao novo proprietário, pois qualquer irregularidade, multas ou ocorrências com o veículo, até à data de transferência, serão de responsabilidade sua. Para se proteger, no site do Detran, existe uma área em que você pode fazer uma declaração, informando ao órgão que o veículo foi vendido, a fim de evitar aborrecimentos futuros.

  127. Boa tarde tenho um veiculo meu nome e nao sei onde esta o 3* que esta com ele…ja levou multa…como faço para bloquear o carro…se poder me ajudar me dissendo que posso fazer passo a passo fico grato

    1. Wanderson, quando há a venda a venda e a transferência não foi feita, o veículo permanecerá em nome do ex-proprietário, e, no caso, você continua responsável pelo pagamento do IPVA e multas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência e solicitar o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário.
      Como você não sabe onde se encontra essa pessoa que comprou seu veículo, entre no site do Dentran. Lá eles orientam nesses casos, inclusive, disponibilizam um formulário para preenchimento que você informará que não é mais o dono do carro, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao veículo vendido, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo novo proprietário. Sugerimos também que você procure um despachante ou um advogado, que poderá fornecer informações mais técnicas sobre seu caso. Boa sorte!

  128. Financiamos um carro Junto a uma concessionária, esse carro pertencia a filha da dona e possuía diversos débitos. Antes de passar para nós, a dona da concessionária “efetuou” todos os pagamentos e então gerou a documentação e o prazo de 30 dias para a transferência. Quando tentamos fazer a transferência ficamos sabendo que aí da haviam duas multas da antiga proprietária que não haviam sido pagas, retornamos o contato com a dona da concessionária e ela disse que resolveria. Isso foi em Janeiro desse ano, até agora as multas ainda estão lá e agora surgiu mais uma que é a de “não transferência no prazo de 30 dias”, como devemos proceder ?

    1. Camila, obrigada pelo seu contato. O seu caso é bem delicado, porque vc já fez a transferência do veículo. Nesse caso, vc passa a ser responsável pelos débitos, mesmo que os anteriores à compra. Vc terá de negociar mesmo com a ex-proprietária do veículo. Uma alternativa é entrar com processo/ação no Juizado de Pequenas Causas contra ela. Em geral, esses julgamentos são rápidos e vc mesmo pode entrar com o processo, sem grandes gastos. Esperamos tê-la ajudado. Boa sorte! abs

    1. Lucas, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não temos profissionais da área legal em nossa equipe, que possam te ajudar a esclarecer essa dúvida. Sugerimos que procure um despachante ou um advogado, que poderão te informar melhor sobre esse assunto. Estamos à disposição.

  129. ‘Boa tarde vendi meu carro para uma pessoa, o qual fui ao cartório preenchi os requisitos para a transferência, porém a pessoa que comprou o carro não fez a transferência, pois ontem chegou o pagamentos atrasados, fiquei sabendo que o comprador faleceu a 3 meses atrás e nem sei com quem esta o carro o que fazer nesta situação. Aguardo uma resposta obrigado.

    1. Lourdes, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não temos profissionais da área legal em nossa equipe, que possam te ajudar a esclarecer essa dúvida. Sugerimos que procure um despachante ou um advogado, que poderão te informar melhor sobre esse assunto. Estamos à disposição.

  130. Bom dia. Vendemos uma moto a uns 6 meses para o irmão do meu marido. Ele datou, porém o irmão não foi fazer a transferência e a moto foi roubada. O que devemos fazer nesse caso? Desde ja agradeço

    1. Camila, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não temos profissionais da área legal em nossa equipe, que possam te ajudar a esclarecer essa dúvida. Sugerimos que procure um despachante ou um advogado, que poderão te informar melhor sobre esse assunto. O próprio site do Detran fornece informações a esse respeito. Estamos à disposição.

  131. Ola vendi um carro a 4 messes e fizemos um acordo pra esperar para fazer a transferência … So q o carro deu problema e ela foi no advogado e disse q como faz menos d 6 messe sou obrigado a pagar o conserto ou ela teria o dinheiro d volta … Mais o carro ainda esta no meu nome. Se eu requerer o carro d volta ou for atrás d uma advogada so obrigado a devolver o dinheiro dela Msm que nao tenha feito a transferência? Ou sou obrigado a paga o carro

    1. João, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não temos profissionais da área legal em nossa equipe, que possam te ajudar a esclarecer essa dúvida. Sugerimos que procure um despachante ou um advogado, que poderão te informar melhor sobre esse assunto. Estamos à disposição.

  132. Meu ex sogro comunicou a venda de um carro em meu nome sem eu saber. Ele diz que na época o Detran autorizava terceiros a comunicar no lugar do comprador.
    Agora todos os débitos do carro vem pra mim, mas não sou a dona do carro.
    O certo não seria ir pro dono? Eu nem sei da existência desse carro pois ele fez isso depois que eu já havia largado do filho dele. Agora o detran nao resolve pra mim.

    1. Beatriz, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não temos profissionais da área legal em nossa equipe, que possam te ajudar a esclarecer essa dúvida. Sugerimos que procure um despachante ou um advogado, que poderão te informar melhor sobre esse assunto. Estamos à disposição.

  133. Vendi um carro e fiz o reconhecimento das firmas no cartório é no Detran ficou constando a venda. Mas quando da entrega do veículo constatei que o cheque visado era falso. A compradora ficou de verificar com o marido a ocorrência e voltaria no dia seguinte. Acontece que a compradora sumiu há mais de 2 anos e no endereço não existe essa pessoa. Pergunto como devo fazer pra renovar o licenciamento do veículo? Estou pagando o IPVA.

    1. José, obrigada pelo contato. Infelizmente, não conseguimos te ajudar nesse caso. Somos uma Editora de Comunicação e não contamos com profissionais da área legal em nosso quadro. No seu caso, sugerimos que procure um despachante ou um advogado, que poderão te orientar melhor a respeito de sua dúvida. Continuamos à disposição! Abs e boa sorte!

    1. Marlene, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não atuamos na área legal. Por isso, não temos como esclarecer sua dúvida. Nossa sugestão é que vc consulte um advogado na área que poderá te orientar a esse repeito. Boa sorte. Estamos à disposição.

  134. Bom dia, Gostaria de saber se meu IPVA ou documentação do meu carro BLINDADO vai sair esse ano, pois desde que comprei de um amigo estava com a DOCUMENTAÇÃO escrito VEÍCULO BLINDADO e desde então quando pago todo ano meu IPVA a documentação não veio mais a registrado VEÍCULO BLINDADO, como devo agir?

  135. Olá boa tarde como faço pra dar baixa no veículo,comprei o carro e nao sei como encontrar a antiga dona.segundo o Detran só a proprietária pode fazer a baixa do mesmo.att obrigado.

    1. José, obrigada pelos comentários. Como somos uma empresa de comunicação, não temos como responder legalmente a essa questão. Portanto, sugerimos a você procurar um despachante ou mesmo um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Esperamos tê-lo ajudado. Abs.

  136. Ola! Estou aflita com essa questão de venda de carro! Vendi meu carro a pouco mais de 7 meses, mas foi totalmente boca a boca… e alguem tinha me dito que só era fazer um contrato de venda que eu não teria resoinsabilidades com o carro porque eu perdi o CRV quando vendi o carro. Tenho contato com o comprador, mas não sei como proceder para transferir o carro em definitivo. Me informaran que a segunda via do crv só com vistoria no carro, mas é carro antigo e o numero do chassi corroeu. O que eu faço? Meu medo é referente acidentes, eu responderia mesmo com o contrato de compra e venda confirmando a venda?

    1. Bel, obrigada pelos comentários. Infelizmente, enquanto você não transferir o veículo, será responsável pelo carro e as eventuais ocorrências. Como somos uma empresa de comunicação, não temos como responder legalmente a essa questão. Portanto, sugerimos a você procurar um despachante ou mesmo um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Esperamos tê-la ajudado. Abs.

  137. Polyana, obrigada pelo contato. A Editora Na Boléia é uma empresa de comunicação. Infelizmente, não atuamos na área legal. Por isso, não temos como esclarecer sua dúvida. Nossa sugestão é que vc consulte um advogado na área que poderá te passar informações mais consistentes a esse repeito e te orientar melhor. Boa sorte. estamos à disposição.

  138. BOA NOITE! EU E MEU ESPOSO COMPRAMOS UM CARRO NA MÃO DE UM CONHECIDO E FOI COMBINADO DE DAR TAL VALOR, QUANDO PERCEBEMOS QUE TINHA ALGO NO MOTOR LOGO FOMOS AO MECÂNICO JUNTO COM O VENDEDOR E O MECÂNICO DISSE QUE PRECISARIA FAZER O MOTOR. O VENDEDOR COMBINOU DE MORRER TAL VALOR JÁ QUE ELE DEVIA A ULTIMA PARCELA, HOJE QUANDO FOMOS CONVERSAR COM O VENDEDOR PARA TRANSFERIR ELE DISSE QUE O COMPRADOR ESTAVA DIRIGINDO COM O CARRO SEM FAZER O MOTOR E JÁ QUE ELE NÃO PRECISARIA FAZER O MOTOR ELE QUERIA O DINHEIRO RESTANTE QUE FALTAVA. EU DISSE QUE QUERO RECEBER MEU DINHEIRO DE VOLTA PARA DEVOLVER O CARRO JÁ QUE ELE DISSE QUE NÃO TEM O VALOR JÁ PAGO PARA DEVOLVER. GOSTARIA DE SABER SE TEM COMO EU RECORRER NA JUSTIÇA ESSE CASO! 🙁

  139. Boa Tarde, comprei um carro, é assinei recibo e fiz firma em cartorio, mas por problema financeiro não dá pra mim fazer o documento e tô querendo da baixa no carro, será que dá pra mim fazer isso?? Qual seria o procedimento??

    1. Leonardo, obrigada pelo contato. Como seu caso é bastante específico, sugerimos que você se informe melhor com um despachante. A Editora Na Boléia está sempre à disposição para ajudar nosso leitores, mas em relação a informações mais técnicas, acreditamos que um profissional especializado na área possa te auxiliar com mais propriedade. Abs

  140. Olá!! Dei o meu carro como pagamento de uma dívida, marquei com a pessoa a transferência, mas a pessoa não fez e sumiu, e agora o carro Está com terceiros, perdi minha CNH por excesso de pontos, devo fazer um b.o solicitando o bloqueio do carro?
    Ps: nem sei o nome da pessoa que está com o carro, não sei nada.

    1. Henrique, como o veículo ainda está no seu nome, você fica sim responsável pelos débitos e também por qualquer ocorrência em relação ao veículo, como, por exemplo, acidentes. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas. Nesse caso, o antigo proprietário precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência (no caso, você deverá mover essa ação), solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Caso não consiga fazer isso sozinho, sugerimos você procurar um despachante ou mesmo um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Mas não perca tempo, pois, em geral, esses processos demoram. Esperamos tê-lo ajudado. Abs.

  141. Boa noite!!!
    Vendi uma moto em 2009 a uma pessoa de minha confiança no popular “de boca”, e ela pagaria mensalmente as parcelas, pois o financiamento ainda não tinha acabado, porém assim que o final terminou verifiquei junto ao DETRAN que havia débitos no veículo…quando fui cobrar do novo proprietário…ele já tinha vendido o veículo e não sabia onde estava no estado da Bahia…Agora o que posso fazer, visto que não sei onde está o DUT…não tem nada assinado que prove a venda do veículo…Todo ano os débitos só aumentam…Posso responder criminalmente caso essa moto esteja sendo usada para algo ilegal…e o pior não posso dar uma queixa porque já fazem 9 anos que vendi… O que realmente posso fazer?
    Estou disposto a pagar os débitos existentes…e tirar do meu nome…mas posso fazer isso sem a moto ser vistoriada (não sei onde está)? Desde já agradecido…

    1. Márcio, obrigada pelo contato! Realmente é um situação bem complicada. Como a mota ainda está no seu nome, você fica sim responsável pelos débitos e também por qualquer ocorrência em relação ao veículo, como, por exemplo, acidentes. Por isso, achamos mais adequado você procurar um despachante ou mesmo um advogado o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Mas não perca tempo, pois, em geral, esses processos demoram. Boa sorte! abs

  142. Boa tarde, vendi uma moto em 2012, fiz tudo que tinha que fazer no cartório com a mulher(nova proprietária) não lembro ao certo se fui a ciretran comunicar, mas tenho quase certeza que sim. Agora chegou um comunicado do Cadin com débitos de IPVA desde 2015, o ultimo licenciamento foi feito em 2012, pesquisei o renavam e tem uma multa de 2014 por andar com documento irregular. Está bem confuso e não tenho a mínima ideia onde está a dona ou a moto, como devo proceder? agradeço desde já.

    1. Olá, Douglas, obrigada pelo contato. Como você, outros leitores passam por situação semelhante. Por isso, acreditamos que a informação que passamos deve servir para você também: de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas. Nesse caso, o antigo proprietário precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência (no caso, você deverá mover essa ação), solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.

      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Esperamos tê-lo ajudado. Abs

    2. Douglas, obrigada pelo contato. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas. Nesse caso, o antigo proprietário precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência (no caso, você deverá mover essa ação), solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
      Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Esperamos tê-lo ajudado. Abs

  143. Jeferson, obrigada pelo contato. O seu caso é semelhante ao de outro leitor. Por isso, acreditamos que a informação que lhe passamos deve servir para vc: de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento de taxas, como IPVA e multas. Nesse caso, o antigo proprietário precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Ele deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.

    Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Abs

  144. Oi… eu vendi um carro para uma pessoa no qual não tenho mais contato e só sei o primeiro nome dela. Ocorre que ela não transferiu o carro para o nome dela e eu estou recebendo as multas. Não tenho mais o contato dela, vale ressaltar que no Site do Detran exige que o comprador não assinou o CRV, assim eu não posso ir sozinho no Detran dizer q vendo, pois exige a assinatura de ambos no CRV. O que eu posso fazer?

  145. Prezada Helenice, agradecemos seu contato. Vamos ver
    se essa informação te ajuda: De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, se houver a venda do veículo e a transferência não for feita, o carro permanece em nome do ex-proprietário, e este será responsável pelo pagamento do IPVA. Nesse caso, o antigo proprietário precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência, solicitando o bloqueio do veículo junto ao Detran. Ele deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.

    Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue o autor a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Em caso de dúvidas, acesse o portal do Detran de sua cidade. Abs

  146. Bom dia , sou proprietaria de um carro ainda nao quitado, mas repassei p outra pessoa que no contrato pagaria os debitos do carro, mas ja recebi duas multas. E p ra piorae ele mora em outro estado do meu , como posso recoree dos pontos e passar pra ele no meu estado.

  147. Prezada Cintia, em geral, o Detran não impede a emissão do documento do veículo devido à financiamentos ou refinanciamentos, mesmo que atrasados. A não emissão ocorre quando se tem débitos relacionados a impostos e taxas, que devem ser pagas pelos proprietários, como IPVA, DPVAT, licenciamento etc.
    Eventualmente, pode ser que tenha havido um atraso no envio do documento. Em São Paulo, por exemplo, os Correios estavam em greve, o que atrasou o despacho das correspondências. De qualquer forma, seria recomendável você procurar um serviço do Detran ou consultar um despachante de sua confiança. Obrigada pelo contato Boa sorte!

  148. Boa tarde, eu refinanciei meu veículo para comprar outro assim passei o novo financiamento para o nome da minha sogra, e agora estou cm os 2 veículos, porém não fiz a transferência no DETRAN, já paguei o documento 2017 mas ainda não chegou, será que é por causa do novo financiamento ou tem outra razão?

  149. Prezado Charleston, obrigada pelo contato. Somos uma empresa de comunicação, assim, o que podemos te dizer é para entrar no site do Dentran. Lá eles orientam nesses casos, inclusive, disponibilizam um formulário para preenchimento que você informará que não é mais o dono do carro, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao veículo vendido, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo novo proprietário.

  150. Vendi um veiculo a 2 anos atrás, e deixei que o comprador me pagasse em 3 parcelas, em que findando regularizaríamos a transferência do veiculo para o seu nome. Assim que pagou a terceira parcela, entrei em contato para que marcássemos para fazer a transferência. A pessoa sumiu, e eu soube que ele revendeu o carro para terceiros, que não sei quem é, e eu não sei agora onde está localizado o carro. Quero tirar o meu nome da responsabilidade deste veículo. O que fazer ???

    1. Boa noite Charleston, eu também estou na mesma situação, pois o meu marido vendeu o carro ha 11 anos atrás e na época apessoa pediu para que ela passasse o carro pro nome dela depois de 30 dias, mas a pessoa vendeu o carro para uma outra pessoa que eu nem sonho quem seja e recentemente descobrimos que o carro possui 11.000,00 reais de divida e o nome dele esta sujo, estamos desesperados.

      1. Talita, a mesma recomendação vale para seu caso: você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa que comprou o veículo e não efetuou a transferência e solicitar o bloqueio do veículo junto ao Detran. Você deve então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e na ação o pedido é referente a obrigação de fazer a transferência.
        Outro procedimento é o pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue você a qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Mas como já faz muito tempo e vc desconhece a pessoa que está com o veículo, sugerimos que procure um advogado com urgência, que poderá te orientar melhor com base na lei. Em caso de dúvidas, acesse também o portal do Detran de sua cidade. Esperamos tê-la ajudado. Abs.

  151. vendi um altomovel en 2010 para uma pessoa do meu bairro por falta de conlheçimento fui com ele ate o cartorio assinei o crv reconheçir firma com ele ele nao trasferio no prazo de 30dias passou para outro hoje nao sei onde estar o carro todo ano chega o ipva na minha casa nao tem debito o que fazer agora

    1. Prezado Jeovah, quando vendemos um automóvel e assinamos o documento de compra e venda, é fundamental, no momento do reconhecimento de firma no cartório, colocar a data que você vendeu o veículo. Dessa forma, o novo proprietário é obrigado a fazer a transferência em um mês após a compra. Como você não procedeu assim, entre no site do Dentran. Lá eles orientam nesses casos, inclusive, disponibilizam um formulário para preenchimento que você informará que não é mais o dono do carro, a fim de se proteger de dívidas não pagas em relação ao veículo vendido, ou mesmo danos ocasionados por eventuais acidentes provocados pelo novo proprietário. Boa sorte!

      1. Olá bom dia, eu comprei um carro em outra cidade e o vendedor mim deu o Dut assinado e copia do rg mais não reconheceu firma. Eu consigo transferir pra meu nome?

        1. Marcos, obrigada pelo contato. A rigor, é necessário o reconhecimento de firma para fazer a transferência, mas como é uma dúvida bem especifica e, de repente, pode haver outra possibilidade, sugerimos que você procure um despachante que poderá te orientar melhor com base na lei. Boa sorte! Abs.

      2. Vendi uma moto preenchi o recibo de trasferencia e fiz uma declaração no cartório autorizando o comprador passar a moto para o nome de um terceiro, só que não foi feita a transferência e chegou uma multa para mim, oque fazer?

        1. Ricardo, obrigada pelo contato. Segundo a Secretaria da Fazenda, enquanto não é feita a transferência, a moto permanece em nome do ex-proprietário (no caso você), que continua responsável pelo pagamento do IPVA e outras taxas. Nesse caso, você precisará mover uma ação judicial contra a pessoa, solicitando o bloqueio da moto junto ao Detran. Você deve, então, pedir a tutela de urgência para que o juiz oficie ao Detran no sentido de anotar a venda, e solicitar judicialmente ao comprador que ele faça a transferência.

          Você deve também fazer a comunicação ao Detran que vendeu a moto. Isso é feito por meio do preenchimento de um formulário no próprio site do Detran da sua cidade, mas lembrando que isso não te exime das responsabilidades sobre a moto.
          Você deve ainda fazer um pedido declaratório, para que seja reconhecido por sentença, a inexistência de relação jurídica, que obrigue a você qualquer responsabilidade sobre multas, ou negativação em seu prontuário. Para tudo isso, é recomendável que você procure um advogado ou um despachante o mais rápido possível, que analisará seu caso e poderá te ajudar com base na lei. Boa sorte!

        1. Andressa, obrigada pelo contato. Sim vc pode acionar judicialmente, desde que tenha algum recibo ou documento que comprove também a compra. Sugerimos vc consultar um advogado, que poderá, inclusive, te dizer se esse tipo de ação é demorada.
          Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *