Na Boléia

Apaixonados por Caminhões

Covid-19: queda em fretes de vestuário e aumento em de itens essenciais

Entre os meses de janeiro e fevereiro versus março e abril, a Cargo X – logtech que conecta empresas a transportadores – , fez um levantamento de dados pré e pós-pandemia com relação aos fretes no Brasil.

Os dados apontam que os fretes de itens considerados de consumo primário (como higiene e alimentos) aumentaram significativamente, enquanto que os relacionados aos setores de vestuário e eletroeletrônicos tiveram queda igualmente significativa (mesmo às vésperas do Dia das Mães).

Com relação a produtos de higiene, houve um aumento de 53%; e com relação a alimentos, a alta foi de 43%. Por outro lado, foi observada uma acentuada diminuição de fretes do setor de eletroeletrônicos, de 71%, juntamente a uma queda de fretes relacionados a vestuário, que foi de 62%.

Por Redação na Boléia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *