Volvo: Guia Zero Acidentes para o setor de transporte rodoviário

Data: 29 de setembro de 2017

1-6-29092017-2Com o objetivo é orientar os profissionais da área de transporte rodoviário de cargas, fornecendo informações úteis e apontando caminhos para reduzir o número e a gravidade dos acidentes rodoviários no Brasil, o Grupo Volvo está lançando o Guia Zero Acidentes para transportadores, embarcadores e outras empresas que atuam no setor, que permite download por meio do portal do PVST (Programa Volvo de Segurança no Trânsito), no endereço https://pvst.com.br/wp-content/uploads/2017/09/GuiaZeroAcidentes.pdf.

O projeto faz parte das comemorações dos 30 anos do PVST, um programa da montadora que visa à mobilização por um trânsito mais seguro.

O documento mostra como trabalhar na busca do Zero Acidentes, um conceito adotado pelo Grupo Volvo, que tem como ideal de futuro o zero acidentes com seus veículos.

“Zero Acidentes é um plano ambicioso e desafiador. É preciso o envolvimento de todos – transportadores, clientes e usuários dos veículos”, afirma Solange Fusco, diretora de comunicação corporativa do Grupo Volvo América Latina, ao lembrar que a Volvo oferece os veículos seguros com modernas tecnologias de segurança ativa e passiva.

Dividido em 22 capítulos, o Guia começa pela história do Zero Acidentes e vai até a recomendação para as empresas realizarem benchmarking. Um dos destaques é a possibilidade de as empresas se certificarem pela ISO 39001, a norma internacional que regulamenta as ações de gestão da segurança de tráfego viário, publicada recentemente pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

“O guia é um passo a passo. Ele mostra o que os transportadores devem priorizar para estabelecer um plano de ação consistente e de longo prazo para chegar a zero acidentes”, conta Anaelse Oliveira, responsável pelo PVST. Ela explica que o documento faz 12 recomendações básicas, a começar pelo envolvimento da alta liderança da empresa no assunto e, na sequência, a montagem de um grupo de comando do plano.

1-7-29092017Cultura da segurança

O Guia ressalta ainda a importância de as empresas definirem uma política de segurança que seja clara e simples para ser aplicada por todos os setores, para que os funcionários possam aplicar as correções onde elas forem necessárias.

A política de segurança determina os índices de acidentalidade que a frota da empresa deve atingir gradativamente para chegar o mais próximo possível do zero num prazo futuro definido. “Uma política de segurança consistente e bem implementada é uma quase garantia de boa aceitação por parte dos grandes clientes embarcadores que querem ver seus produtos em mãos seguras e entregues com pontualidade”, destaca diz J. Pedro Correia, consultor do PVST.

O Guia mostra ainda que é preciso fazer levantamentos de dados e diagnósticos de acidentes, estabelecer objetivos e ações de campo, e ainda promover avaliações, assim como monitorar sistematicamente os trabalhos e comemorar os resultados. Veja vídeo com mais informações.



Solange Fusco, diretora de comunicação corporativa do Grupo Volvo América Latina

Solange Fusco

Anaelse Oliveira

Anaelse Oliveira

Por: Redação Na Boléia

Data: 29 de setembro de 2017

2 thoughts on “Volvo: Guia Zero Acidentes para o setor de transporte rodoviário”

  1. Manoel Jesus de Souza Soares disse:

    Parabéns pela reportagem da Volvo, estamos sempre precisando de informações como as que nela foram suscitadas. Agradeço por terem partilhado.

    1. Madalena disse:

      Manoel, obrigada pelos comentários. Estamos sempre buscando aprimorar nosso conteúdo para levar serviços e utilidade aos leitores. Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.