Volkswagen amplia família de caminhões elétricos no Brasil

Data: 28 de novembro de 2018

1-3-28112018-minA Volkswagen ampliou a linha de caminhões elétricos. O novo integrante é o e-Delivery 13 toneladas, concebido na configuração 6×2. O modelo é o irmão maior do e-Delivery 11 toneladas 4×2, apresentado, recentemente, na IAA, maior mostra de veículos comerciais do mundo.

“Como parte do Grupo TRATON, contribuímos para o debate mundial sobre novas fontes de energia apresentando soluções viáveis e concretas, que já se tornam realidade com a chegada do e-Delivery às ruas de São Paulo, uma das maiores capitais do mundo”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus.

Com a apresentação do veículo, concebido no centro de desenvolvimento da VW Caminhões e Ônibus em Resende (RJ), a empresa pretende reafirmar seu compromisso no avanço de novas tecnologias voltadas à mobilidade sustentável, além da viabilização de seu uso em condições reais de operação.

Após uma série de testes de desenvolvimento, o e-Delivery 13 toneladas 6×2 traz novo conjunto de trem de força e arquitetura modular. Segundo a montadora, o motor elétrico entrega até 180kW de potência com autonomia de até 200 km, variando de acordo com as condições de operação.

O terceiro eixo vem com rodado simples e suspensor. O modelo também traz sistema de leitura inteligente da massa transportada pelo veículo para ajustar o consumo de energia, em conjunto com o Eco-Drive Mode.

Chassis, rodas e pneus seguem as características tradicionais da nova linha Delivery, compartilhando componentes da plataforma para garantir escala de componentes também com a família diesel.

1-1-28112018-minTecnologia

O novo e-Delivery de 13 toneladas tem trem de força que promete facilitar a partida em rampas. Segundo a VW, o modelo apresenta baixo nível de ruído e emissões zero. Conta também com sistema de suspensão a ar, que visa assegurar mais conforto ao motorista.

O freio possui sistema dinâmico de regeneração, que pode recuperar, conforme a fabricante, até 35% da energia durante a frenagem – utilizada para recarregar as baterias.

Com configuração de baterias íon-lítio níquel-manganês-cobalto (NMC), a autonomia da nova família e-Delivery alcança até 200 km, de acordo com a montadora, variando de acordo com a configuração do veículo e perfil da operação. Segundo informações da fabricante, a recarga das baterias pode ser realizada de forma flexível (30% em 15 minutos ou 100% em 3 horas).

Por: Redação Na Boléia

1-2-28112018-min

Data: 28 de novembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.