Transporte rodoviário de cargas: empresas acreditam em melhora do frete

Data: 07 de agosto de 2018

3--7082018-minMesmo com a economia não sinalizando a recuperação esperada, a pequena melhora da atividade econômica, registrada no primeiro semestre, trouxe novos ânimos para o transporte rodoviário de carga. Muitas empresas fizeram novas projeções, como a melhora do frete. Segundo uma pesquisa conduzida pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), em parceria com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), com cerca de 1.500 empresas do setor, a parcela que acredita em uma melhora dos valores do frete no futuro aumentou de 19,1% em janeiro para 36,6% em agosto, enquanto que os que veem piora passaram de 39,5% para 28,2%.

Conforme o levantamento, as transportadoras têm sentido um ambiente mais positivo para suas operações nos últimos meses. Além disso, os números da pesquisa já refletem as expectativas relacionadas ao tabelamento do frete, apesar dessa questão ainda estar indefinida até o momento.

Segundo a entidade, a definição dos valores do frete deve fazer com que a defasagem caia, ao contrário da tendência histórica de alta no começo do ano. De acordo com o levantamento, a defasagem entre os valores dos fretes cobrados pelas empresas de transporte rodoviário de cargas e os custos efetivos dessa atividade atingiu 17,22% em agosto.

Importante ressaltar que a NTC&Logística é uma das associações que se posiciona contra o tabelamento do frete, defendendo a prática livre dos preços. Para a entidade, o ideal é que cada transportador saiba calcular seus custos e cobrar o frete adequado.

Por: Redação Na Boléia

Data: 07 de agosto de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.