Toyota comemora os 60 anos de atividades no País

Data: 02 de fevereiro de 2018
Tags:
Toyota 1961 compra terreno SBC

Em 1961, após a chegada da marca ao País (1958), a Toyota comprou o terreno onde atualmente está localizada a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), a primeira da fabricante fora do Japão

Em 2018, a Toyota do Brasil está completando 60 anos no País. Ao longo dessa trajetória, a empresa participou ativamente do desenvolvimento industrial e econômico brasileiro com grandes investimentos feitos em sua operação local, sempre pensando no crescimento sustentável de seus negócios e na contribuição para o desenvolvimento da sociedade brasileira.

“Quando penso na trajetória da Toyota no Brasil desde o início, me sinto orgulhoso da nossa Família Toyota, responsável por essa história de sucesso neste grandioso País. Ao comemorarmos 60 anos, nossa matriz no Japão está de olho no futuro, por isso, nossa principal mensagem neste momento é ‘Reinventando o Futuro’. A Toyota quer ser protagonista da transformação que a indústria automotiva está passando. Novas tecnologias ambientalmente responsáveis, como o sistema híbrido presente no Prius, são apenas o primeiro passo e tenho certeza que o Brasil terá um papel importante em nosso futuro”, celebra Steve St.Angelo, CEO da Toyota para a América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil e Argentina.

Desde 1958 até os dias de hoje, a marca japonesa tem trabalhado incansavelmente para oferecer ao público brasileiro carros cada vez melhores. Atualmente, são quatro fábricas nas cidades paulistas de Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz e São Bernardo do Campo, cidade também que abriga um Centro de Pesquisa Aplicada e um Centro de Design. Além disso, são três centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS), Vitória (ES) e Suape (PE), um centro de distribuição de peças em Votorantim (SP), um escritório de representação em Brasília (DF) e mais de 5.800 colaboradores.

1961 construção unidade SBC

(1962) Construção da fábrica da Toyota em São Bernardo do Campo (SP)

A montadora pretende celebrar esses 60 anos de Brasil. Com o tema “Reinventando o Futuro”, a Toyota trabalha em grandes projetos, sendo o mais importante deles o lançamento do Yaris, modelo que se encaixará entre o compacto Etios e o sedã médio Corolla no portfólio da empresa no Brasil, com início de vendas previsto para o segundo semestre de 2018.

A Toyota Mobility Foundation, iniciativa global de responsabilidade social para a mobilidade, vai estrear este ano no Brasil. A fundação, criada em 2014, trabalha em parceria com universidades, governos, organizações não-governamentais, instituições de pesquisa e outras empresas na busca de soluções para a mobilidade em todo o mundo e conta com a expertise da Toyota em tecnologia, segurança e meio ambiente.

Além disso, ações em celebração ao patrocínio dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 também estão no radar da empresa, cuja campanha global “Start your Impossible” é o carro-chefe. A campanha fixa o compromisso da Toyota de apoiar a criação de uma sociedade mais inclusiva e sustentável, na qual todos possam desafiar seu impossível e ressalta os valores de humildade, trabalho duro, superação de desafios e interminável persistência da empresa.

Outra iniciativa prevista para 2018 é a introdução da marca TOYOTA GAZOO Racing no Brasil. Criada em abril de 2015, compreende todas as atividades de esporte a motor da Toyota, herdando a filosofia fundamental da empresa de criar veículos cada vez melhores e desenvolver seus recursos humanos por meio do automobilismo e da competição.

Toyota 1962 primeiro lote bandeirante

Primeiro lote de Bandeirantes produzidos na fábrica da Toyota em São Bernardo do Campo (SP)

A TOYOTA GAZOO Racing compete em diversas categorias pelo mundo, como World Rally Championship (WRC), World Endurance Championship (WEC), Rally Dakar, 24hs de Nürburgring, NASCAR, Super Fórmula Japonesa, entre outras.

Como uma das principais filosofias da Toyota é o suporte às sociedades onde está inserida, em 2018 a empresa pretende iniciar oficialmente o programa de visitas em seus Centros de Visitas localizados em São Bernardo do Campo e Sorocaba, ambos no Estado de São Paulo.

Denominada Ecofactory, a unidade do interior de SP é a sede para visitas com foco em questões ambientais. A fábrica da montadora no ABC Paulista se prepara para dividir com os participantes uma experiência institucional adquirida nesses 60 anos de atuação no País. O programa de visitas será aberto ao público em geral e será realizado por meio de agendamento prévio.

“Muito obrigado aos clientes brasileiros por permitirem a Toyota fazer parte das suas vidas por meio dos nossos produtos. A história de crescimento sólido da Toyota no Brasil demonstra o comprometimento com o desenvolvimento sustentável de nossos negócios e da sociedade e é assim que seguimos atuando, comprometidos em disseminar nossas boas práticas para transformar nosso País”, afirma Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.

Toyota 1962 Bandeirante

Em 1999, o Bandeirante atingiu a marca de 100 mil unidades fabricadas no Brasil. O modelo deixou de ser produzido em novembro de 2001

Um pouco de história

A Toyota iniciou suas operações no Brasil em 23 de janeiro de 1958, com a instalação de um escritório no centro da cidade de São Paulo. Em dezembro desse mesmo ano, também em São Paulo, inaugurou sua primeira linha de montagem, começando desta maneira suas atividades como fabricante de veículos no País. Cinco meses mais tarde, a Toyota lançou o primeiro veículo Land Cruiser, na modalidade CKD (Complete Knock-Down), que recebeu o nome de Bandeirante. Em 1961, a Toyota adquiriu um terreno em São Bernardo do Campo (SP), onde instalou a primeira unidade industrial da Toyota fora do Japão. E, a partir de 1962, passou a fabricar o modelo Bandeirante nacional, que durante 40 anos se posicionou como referência no mercado de utilitários.

Em outubro de 1999, a Toyota do Brasil celebrou a produção de 100 mil unidades do utilitário. Em novembro de 2001, com o encerramento da produção da linha Bandeirante, a unidade de São Bernardo do Campo passou a fabricar autopeças. Com a compra de um novo terreno de 1,5 milhão de metros quadrados na cidade de Indaiatuba, no interior do Estado de São Paulo, e com o posterior investimento de US$ 150 milhões, a Toyota do Brasil iniciou, em 1996, a construção de sua segunda fábrica no País, destinada à produção do Corolla, que teve início em setembro de 1998. Dois anos mais tarde foram investidos outros US$ 300 milhões para a modernização e ampliação estrutural da fábrica.

Este novo aporte marcou o início da produção do Novo Corolla, a partir de junho de 2002. Em março de 2017, a unidade fabril comemorou a marca de 1 milhão de Corollas produzidos no Brasil, reflexo do sucesso absoluto do sedã médio mais vendido do País.

Outro passo importante para o crescimento da Toyota no Brasil foi a inauguração do Centro de Distribuição de Guaíba, na Grande Porto Alegre, em março de 2005.
A instalação tornou-se o portal das operações logísticas da Toyota entre o Brasil e a Argentina, para recebimento dos utilitários Hilux e SW4 e de peças de reposição produzidas na planta de Zárate (Argentina), por via rodoviária. Ocupando 2,5 mil metros quadrados de área construída, em um terreno de 58 mil metros quadrados, o Centro de Guaíba, além de receber e distribuir os veículos e peças produzidos em Zárate para todo território nacional, executa as operações de checagem e ajuste de montagem, para que estes se adaptem à legislação brasileira.

Crescimento

Em agosto de 2012, mais um marco para a empresa no País foi a inauguração de sua terceira unidade fabril, desta vez em Sorocaba (SP), responsável pela produção do compacto Etios em suas versões hatchback e sedã. Fruto de investimento inicial de US$ 600 milhões, a unidade é um marco na operação brasileira, pois reúne atributos das plantas mais modernas da Toyota em todo o mundo.

A habilidade dos mais de 1.900 colaboradores da unidade sorocabana permitiu à Toyota realizar melhorias profundas na família Etios. Foram 14 mudanças no produto, desde o seu lançamento, em setembro de 2012, tornando o compacto da marca um sucesso de vendas. No ano passado, o modelo ultrapassou pela primeira vez em sua história a casa das 70 mil unidades vendidas (hatchback e sedã).

Nesta curta história, a unidade que foi inaugurada para produzir 74 mil veículos por ano, foi expandida a partir de janeiro de 2015 e hoje possui capacidade para fabricar 108 mil unidades anualmente. Além disso, está recebendo investimentos adicionais de R$ 1 bilhão para receber equipamentos para a produção do Yaris.

linha produção Corolla Indaiatuba

Corolla – sedã médio é produzido na planta da Toyota em Indaiatuba (SP), inaugurada em 1998

Em 2013, foi lançado o Prius, primeiro automóvel híbrido de produção em massa do mundo, que chegou ao mercado brasileiro com a missão de disseminar o avanço da tecnologia híbrida no País. Desde então, ele se tornou líder isolado em seu segmento, com vendas totais de 3.504 unidades desde seu lançamento.

Em dezembro de 2015, a empresa inaugurou um novo centro de distribuição de veículos, localizado próximo à área portuária de Suape, região metropolitana de Recife (PE). Com investimento inicial de R$ 2,4 milhões e área total de 23 mil metros quadrados, o centro tem capacidade para receber cerca de 40 mil unidades por ano e contribuiu para aprimorar a operação logística da empresa na região Nordeste, atendendo de forma ainda mais eficiente os clientes daquela região.

Em fevereiro de 2015, a Toyota deu início ao projeto “São Bernardo Reborn”. Dividido em três fases, a iniciativa, que teve um aporte total de R$ 70 milhões, tem como principal objetivo a revitalização da planta de São Bernardo do Campo (SP). A primeira etapa marcou a implantação do terceiro turno no setor de forjaria da planta, que passou a produzir peças para abastecer a vindoura fábrica de motores em Porto Feliz (SP), além da transferência da sede administrativa da Toyota de São Paulo para o ABC paulista.

A segunda etapa, realizada em agosto de 2016, consistiu na inauguração do primeiro Centro de Pesquisa Aplicada da marca na América Latina, concebido para integrar atividades relacionadas à pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e fornecedores. Ali, foram alocados os departamentos de Engenharia, Compras, Regulamentação Veicular e Qualidade Assegurada, permitindo maior interação e sinergia entre as áreas para constituição de futuros projetos. Nas novas instalações foi construído, ainda, um centro de design de produto, que já trabalhou, por exemplo, nas mudanças de desenho do atual Etios.

Etios linha Sorocaba

Etios – compacto é fabricado na unidade da Toyota em Sorocaba (SP), inaugurada em 2012

Em agosto de 2017, a terceira etapa do projeto foi concluída com a inauguração do Centro de Visitas da montadora, um dos mais tecnológicos da empresa em todo o mundo. Concebido para oferecer aos participantes uma experiência de imersão ao universo Toyota, além de abrir as portas da empresa para os mais diversos públicos da região do ABC e do Brasil, o Centro de Visitas leva os participantes a uma viagem pela história da empresa, seu passado, presente e futuro, destacando as atividades mais importantes.

O local atenderá, a partir do final de janeiro deste ano, uma lista de espera de pedidos universitários. Até o início do segundo semestre, ocorrerá a abertura de inscrições ao público em geral, por meio de um hotsite, que será divulgado posteriormente. A partir do final de fevereiro, o Centro de Visitas fará ainda parte do Programa de Turismo Industrial de São Bernardo do Campo, desenvolvido pela prefeitura da cidade.

Fábrica em Porto Feliz

Em maio de 2016, a empresa inaugurou sua fábrica de motores na cidade de Porto Feliz (SP), responsável por produzir os modernos, eficientes e duráveis propulsores Dual VVT-i 1.3L e 1.5L, de quatro cilindros, flex fuel e gasolina, que equipam o compacto Etios comercializado no Brasil e em diversos países da América Latina.

A unidade, que recebeu investimentos da ordem de R$ 580 milhões e emprega aproximadamente 430 colaboradores, possui a mais avançada e inovadora tecnologia de processos de produção, além de deter elevado grau de automação industrial, congregando máquinas de alta precisão dentro de cada estágio da linha de montagem.

Porto Feliz Expansão 2016

Fábrica de motores em Porto Feliz (SP) – planta produz motores para o Etios e está sendo ampliada para fabricar motores para modelos da Toyota vendidos no País

Neste curto período de existência, Porto Feliz já conta com um feito importante: em abril de 2017, menos de um ano de sua abertura, a planta bateu a marca de 100 mil unidades produzidas de motores 1.3L e 1.5L do Etios.

Em setembro do ano passado, a Toyota firmou compromisso de investir mais R$ 600 milhões com o objetivo de ampliar esta planta para a fabricação de propulsores para outros automóveis da marca produzidos no País a partir do segundo semestre de 2019.

Além disso, em 2016 a Toyota do Brasil alcançou sua melhor colocação no ranking nacional de vendas e a maior participação de mercado em toda a sua história no País, terminando aquele ano na 5ª posição do mercado.

A linha atual de produtos Toyota vendida no Brasil é composta pelo compacto Etios nas versões hatchback e sedã, pelo sedã médio Corolla, pela Hilux e SW4 e pelos modelos importados do Japão: RAV4, Prius e Camry. A linha Lexus, marca de luxo da Toyota, é vendida no Brasil por meio dos modelos NX300, RX350, CT200h e ES350.

Por: Redação Na Boléia

Data: 02 de fevereiro de 2018
Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.