Tecnologia ajuda mercado de autopeças a vender mais

Data: 11 de outubro de 2016

2-11102016Enquanto a previsão de quase todos os setores é pessimista, acessórios e peças para carros têm obtido bom desempenho de vendas. Nada vendeu tão bem nos últimos três anos no Mercado Livre como esses itens, seja porque os brasileiros estão comprando e trocando menos de automóveis ou porque enxergaram nesse mercado uma forma de economizar.

Segundo o Sindipeças, o faturamento deste setor para 2016 está estimado em R$ 64 bilhões. Só no primeiro semestre do ano, a categoria teve um crescimento de 75% no comércio eletrônico em comparação com 2015, segundo dados do Webshoppers-Ebit.

Com a recessão, as empresas buscaram alternativas como o uso da tecnologia e de ferramentas para atrair novos clientes e vender mais. “O mercado se profissionalizou nos últimos anos e tem investido cada vez mais em ferramentas de vendas que ajudam a otimizar tempo, integrando atendimento, marketing e logística”, explica Frederico Flores, CEO da Becommerce, startup que oferece serviços para automatizar vendas.
Há quatro anos no mercado digital, a Arsenal Car é o maior vendedor do segmento na plataforma Mercado Livre, com mais de 10 mil peças disponíveis e vendendo em média 204 mil itens por ano.

“Além de vendermos acessórios que incrementam e equipam os carros, também comercializamos peças de reposição, mercado que cresceu 25% só o ano passado. Atuando nessas duas frentes estamos conseguindo manter as vendas aquecidas”, explica Marcos Barreros, gerente de Marketplace da Arsenal Car.

Por: Redação Na Boléia

Data: 11 de outubro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.