Tecnologia ajuda a reduzir em 50% o número de acidentes

Data: 24 de julho de 2017

3-1-25072017Os motoristas da região da Baixada Santista já contam com uma importante ferramenta de aperfeiçoamento. O SEST SENAT São Vicente/SP inaugurou o primeiro simulador para os profissionais do transporte. O equipamento aprimora a prática na direção e reduz eventuais ocorrências, conforme aponta estudos realizados pelo National Center for Injury Prevention and Control, agência de prevenção e controle de lesões dos Estados Unidos.

A pesquisa realizada pela instituição mostrou que o uso do simulador pode reduzir até a metade o número de acidentes nos 24 primeiros meses de habilitação. No Brasil, para aprimorar o trabalho de motoristas profissionais de cargas e de passageiros, aumentar a segurança no trânsito e reduzir os custos dos transportadores, o SEST SENAT passa a utilizar simuladores híbridos em seus treinamentos. O projeto “Simulador de direção SEST SENAT – Eficiência e Segurança no Trânsito” disponibilizará 60 equipamentos para treinar e capacitar motoristas de caminhão, ônibus e carreta. A meta é formar 50 mil profissionais em três anos. Os alunos precisam ter carteira de habilitação nas categorias C, D ou E.

Thiago Benatti, coordenador de Desenvolvimento Profissional do SEST SENAT São Vicente, explica que o treinamento com o simulador de direção oferece ao motorista a oportunidade de vivenciar situações de risco, por meio da capacitação com tecnologia avançada: “Isso ajuda o profissional reagir de forma correta e segura a todas as possíveis situações no trânsito”.

3-2-25072017O coordenador lembra que o simulador não tem o papel de ensinar o motorista a dirigir, mas proporcionar o seu aperfeiçoamento. “Essa ferramenta ajuda na educação continuada do profissional, permitindo aprimorar sua reação em diversas situações”, esclarece Benatti.

O simulador do SEST SENAT é utilizado em cursos de aperfeiçoamento de motoristas para Condução Antecipatória (Segura e Econômica) e em Situações de Risco. Os profissionais poderão contar ainda com aulas sobre Uso de Tecnologias Embarcadas no Veículo e Transporte de Passageiros (módulo de ônibus) e Cargas Especiais (módulo de caminhão), além de Manobra do Veículo.

Por: Redação Na Boléia

Data: 24 de julho de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.