Scania entrega último caminhão do mundo das séries PGR

Data: 08 de janeiro de 2019
Rafael Marcarin (Scania Brasdiesel), Roberto Barral, Marcelo Hermes, Iuri Hermes e Christopher Podgorski

Rafael Marcarin (Scania Brasdiesel), Roberto Barral, Marcelo Hermes, Iuri Hermes e Christopher Podgorski

Marcelo Hermes, da transportadora M.Hermes, do Rio Grande do Sul, adquiriu o último caminhão da gama PGR Scania do mundo, que sai de linha no Brasil dez anos depois de seu lançamento.
Para fazer a entrega, a montadora promoveu uma ação surpresa com o cliente. A Casa Scania Brasdiesel fez um convite para Marcelo Hermes, para um “almoço de negócios” na fábrica da Scania em São Bernardo do Campo (SBC). Sem desconfiar, o empresário embarcou para São Paulo e, após o almoço, o cliente foi convidado para uma visita à unidade, acreditando que terminara aí sua estada em SBC.

Inesperadamente, ele foi informado que seria o dono do último veículo das Séries P, G e R fabricado no País por Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil (representando a força de vendas e a rede Scania) e Christopher Podgorski, presidente e CEO da Scania Latin America (representando todos os colaboradores da fábrica).

A gama P, G e R foi a família que mais vendeu produtos da marca no Brasil. Em fevereiro de 2019, a Nova Geração Scania começa a ser entregue aos clientes brasileiros.

Desde 1957, a Scania já vendeu cerca de 264 mil caminhões no Brasil. Desse total, 112.372 unidades (volume até novembro de 2018) foram de veículos das Séries P, G e R, lançadas em 2007. Dos 10 caminhões mais vendidos da história da marca em território brasileiro, quatro dela (modelos R 440 6×2 e 6×4, G 420 e G 380).

A M.Hermes foi fundada em 2000. Mas a história da família com os caminhões é mais antiga tendo Milton Hermes, pai de Marcelo, como caminhoneiro. Marcelo seguiu os passos e também trabalhou nas estradas. Desde então, a M.Hermes só vem colecionando sucesso. O primeiro Scania adquirido foi da Edição Especial Griffin Edition, modelo R 440 6×2, em 2015.

Em 2017, o cliente comprou três R 440. Atualmente, a frota da transportadora perfila 11 veículos, sendo oito Scania (três R 440 e cinco R 450 6×4 – um já operando e os outros quatro serão entregues até o final deste ano, incluindo o histórico último P, G e R). Hoje, o foco da M.Hermes está na transferência de grãos, por rodotrem, do Mato Grosso para o Pará, até o Porto de Miritituba. Cada caminhão roda em cada viagem (ida e volta) entre 2.000 a 2.400 km. Neste mês, a empresa inaugura sua filial no Mato Grosso.

 

Por: Redação Na Boléia

Data: 08 de janeiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.