Santa Catarina sediará Logistique em outubro com novo conceito

Data: 25 de maio de 2018

01-25042018-minA corrente de comércio entre Santa Catarina e Argentina somou US$ 1,49 bilhão no ano passado, sendo exportações de US$ 600,79 milhões e importações de US$ 889,02 milhões. No período, as vendas para o país vizinho representaram a fatia de 6,88% de todas as exportações do Estado e, as importações, 5,98%. De janeiro a abril deste ano as vendas de Santa Catarina para a Argentina somaram US$ 206,67 milhões e, as compras, US$ 318,57 milhões, resultando em uma corrente de comércio de US$ 525,24 milhões. Com base no quadrimestre, pode-se projetar um avanço entre 6% e 8% no comércio bilateral entre o Estado e a Argentina neste ano.

Para a Presidente da Câmara de Comércio Exterior da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Maria Tereza Bustamante, a importância da Argentina para o Brasil no comércio exterior, em particular para Santa Catarina, é de altíssimo grau. “Apesar de todas as discriminações feitas pelos governos Kirchner em relação ao protecionismo contra as importações brasileiras e catarinenses, com o governo Macri, podemos dizer que as relações comerciais vão relativamente bem”, explica a especialista.

Bustamante destaca ainda que o atual governo argentino tem propiciado uma maior aproximação entre os dois países, que é bastante positivo para SC, pela sua posição geográfica. “Temos ainda várias indústrias estabelecidas em Santa Catarina que têm unidades de negócios, filiais e plantas industriais na Argentina, o que consolida as relações de negócios e contribui firmemente para o crescimento dos dois mercados.” Com relação às importações, Bustamante informa que o Estado importa insumos e matérias-primas do país vizinho, o que é muito importante, devido ao abastecimento da indústria interna.

 Maria Tereza Bustamante, Presidente da Câmara de Comércio Exterior da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC). Foto: FIESC/Divulgação

Maria Tereza Bustamante, Presidente da Câmara de Comércio Exterior da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).
Foto: FIESC/Divulgação

Esse potencial entre o Santa Catarina e a Argentina faz com que a Logistique – Feira de Logística e Negócios Multimodal, que acontecerá de 23 a 25 de outubro de 2018, das 14h às 21h, no Centro de Exposições Expoville, em Joinville, chegue a sua 5ª edição com foco não apenas no mercado brasileiro, como também no argentino. “O País é um grande parceiro comercial de Santa Catarina e a feira surge nesta edição com soluções logísticas completas para agilizar as operações entre os dois mercados”, destaca Leonardo Rinaldi, Diretor do evento.

Segunda maior feira de logística do Brasil, a Logistique une toda a cadeia de Logística, Transporte Multimodal, Comércio Exterior e Intralogística em Joinville, Norte de Santa Catarina. Com um novo conceito, integrando a multimodalidade, a edição de 2018 promete reunir empresas com soluções para um público qualificado e especializado, proveniente das grandes indústrias da região e disponibilizar múltiplas soluções em um só local.

A cidade de Joinville, por sua vez, está estrategicamente localizada no corredor logístico de produção do Mercosul, cercada por rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. A região Norte, na qual o município está inserido, é responsável por 22% do Produto Interno Bruto (PIB) catarinense, 23% do Valor Adicionado Fiscal do Estado e pela geração de 19% dos empregos de SC. Responde por 32%das exportações e 26% das importações catarinenses.

Mais informações e a programação completa no endereço www.logistique.com.br

Por: Redação Na Boléia

Data: 25 de maio de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.