PF e entidades investigam e desmentem nova greve de caminhoneiros

Data: 06 de setembro de 2018

1-1-06092018-minA notícia de que uma nova greve de caminhoneiros estaria marcada para o dia 9 de setembro circulou pelo WhatsApp, deixando toda a população preocupada. Para averiguar a veracidade do conteúdo, a Polícia Federal passou a investigar as mensagens, que foram desmentidas pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) e outras representantes da categoria.

São as chamadas fake News que têm invadido os canais digitais nos últimos tempos. Porém, trata-se de uma contravenção, sendo que seus autores e veiculadores podem responder por crime contra a economia popular e por publicidade enganosa, segundo informou o Ministério da Segurança Pública.

Uma das mensagens foi veiculada em nome da União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC), causando tensão e até mesmo filas em postos de gasolina em algumas cidades.

Mas a nota não foi reconhecida pelas entidades representativas, como a Abcam, e sindicatos de diversas regiões do País. De acordo com o Ministério, os áudios veiculados se referem a materiais usados nos protestos de maio e foram espalhados como se fossem atuais.

A Federação dos Caminhoneiros de São Paulo repudiou as mensagens divulgadas pela suposta UDC Brasil, veiculando uma declaração oficial sobre o assunto, que o leitor confere aqui. Declaração Greve dos caminhoneiros – Setembro 2018

Por: Redação Na Boléia

Data: 06 de setembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.