NTC se posicionou contrária à suposta greve de caminhoneiros

Data: 01 de abril de 2019

11-02042019-minNa semana passada, circularam pelas redes sociais informações de que estaria sendo articulada, para o último fim de semana, uma nova paralisação promovida por caminhoneiros.
Diante dos rumores, o presidente da CNT&Logística, José Hélio Fernandes, emitiu nota oficial reiterando a posição da entidade de não apoiar, não organizar, não estimular e jamais participar de qualquer movimento que caminhe no sentido de impedir o direito constitucional de ir e vir e que, consequentemente, possa dar margem à ocorrência de danos ao patrimônio público ou privado.
Preventivamente pede “às autoridades municipais, estaduais e federais que garantam a segurança e a livre circulação dos caminhões a serviço das empresas para que não haja qualquer ameaça ao abastecimento do País”.

Confira abaixo a íntegra da nota:

NOTA OFICIAL

Em razão de notícias que vem circulando pelas redes sociais sobre suposto movimento de caminhoneiros, a NTC&Logística reitera sua posição de ser absolutamente contrária a qualquer atitude que impeça o direito constitucional de ir e vir e que, por consequência, possa dar margem à ocorrência de danos ao patrimônio público ou privado.

Todavia, na hipótese, mesmo que remota, de que venham a ocorrer eventos dessa natureza, hoje e no futuro, deixamos, mais uma vez, publicamente registrada nossa posição de não apoiar, não organizar, não estimular e jamais participar de qualquer iniciativa que caminhe nesse sentido.

Mesmo tratando dessa questão como meramente hipotética, pedimos desde já às autoridades municipais, estaduais e federais que garantam a segurança e a livre circulação dos caminhões a serviço das empresas para que não haja qualquer ameaça ao abastecimento do País.

Jose Hélio Fernandes – Presidente – NTC&Logística

Redação Na Boléia

Data: 01 de abril de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.