Nova solução para botão do pânico a mulheres com medidas protetivas

Data: 29 de maio de 2019

3-1-29052019-minA Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), a Secretaria da Segurança Pública (Sesp), o Tribunal de Justiça do Paraná e a Celepar apresentaram um plano de trabalho em conjunto para alinhar demandas referentes ao Botão do Pânico no Paraná e delimitar as atribuições de cada um dos órgãos em relação à ferramenta. Mulheres com medidas protetivas terão acesso exclusivo para a função botão do pânico. Posteriormente, o aplicativo oferecerá também o botão do pânico para idosos em situação de risco.

Na nova proposta, a funcionalidade será agregada ao aplicativo 190, já em funcionamento. A nova tecnologia foi desenvolvida para substituir o dispositivo do botão do pânico anteriormente escolhido para projeto-piloto em quinze municípios.

Na mesma data do lançamento do plano de trabalho, o Departamento da Mulher da Sejuf fará uma reunião com os 15 municípios que participam do projeto-piloto para esclarecer questões e apresentar o novo modelo desenvolvido em conjunto com a Celepar, que vai facilitar e dar mais celeridade ao atendimento das chamadas.

O aplicativo pode ser baixado gratuitamente em qualquer celular com sistema operacional Android ou iOS. Após isso, o usuário faz um cadastro rápido e, a partir daí, será criado um perfil que armazenará todo o histórico de solicitações e atividades. O Tribunal de Justiça será responsável por determinar quem serão as mulheres que receberão acesso ao botão do pânico.

Por: Redação Na Boléia

Data: 29 de maio de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.