Motorista lança 6 toneladas de lixo ao mês na Fernão Dias, diz concessionária

Data: 25 de novembro de 2013
Postado em: Sustentabilidade


Limpeza de resíduos lançados no corredor representa custo de R$ 200 mil. Lixo representa risco aos motoristas e acréscimo no valor do pedágio.

O descarte inadequado de lixo nas rodovias gera um custo de aproximadamente R$ 200 mil por mês na rodovia Fernão Dias, na região bragantina. São recolhidas mensalmente 6 toneladas de resíduos no corredor.  Além disso, o lixo também dificulta o escoamento da água quando chove e representa um risco aos motoristas. Segundo a concessionária, esse custo também é incluído na tarifa do pedágio, que poderia ser menor sem a necessidade do serviço.

“Quando a gente fez a proposta, o cálculo da tarifa do pedágio está incluído esse custo da limpeza, da remoção de lixo, de entulho, então com certeza uma pequena parcela do pedágio foi incluída em função desse tipo de servico, que poderia ter sido evitado se as pessoas tivessem um pouco mais de educação”, disse Helvécio Tamm, diretor superintendente da concessionária Autopista Fernão Dias.

A solução do problema pode estar dentro do carro e a advogada Larissa Gonzalez Ribeiro orienta. “Guarde [o lixo] dentro do carro, mantenha uma sacolinha e depois deposite no local correto”, afirmou.

Além do lixo comum, o cigarro também costuma ser descartado na rodovia. O problema é que as margens da Fernão Dias tem mato, o que torna o descarta perigoso. “Não temos registro de incêndios espontâneos, são incêndios provocados por cigarro que foi jogado na rodovia, É realmente um lixo extremamente danoso e perigoso”, disse Tamm.

Infração

Jogar lixo ou objetos fora do carro é considerado infração média com punição de quatro pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85. Dependendo do tipo e volume de lixo, a ação pode ser enquadrada como crime ambiental.

Data: 25 de novembro de 2013
Postado em: Sustentabilidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.