IVECO reforça participação no mercado com médios de 9 e 11 toneladas

Data: 15 de julho de 2019

1-2-17072019-minDando continuidade ao seu ciclo de investimentos no Brasil, a IVECO, marca da CNH Industrial, fortalece sua participação no mercado brasileiro, com o lançamento dos modelos médios Tectors 9 e 11 toneladas. Com isso, a companhia caminha para se tornar um fornecedor full-liner, atuando em todos os nichos – dos leves aos pesados.

Para desenvolvimento dos novos veículos, a marca buscou ouvir os usuários dos caminhões médios, muito utilizados em grandes cidades. Trata-se de um nicho muito competitivo, que representa hoje 20% do mercado de transportes no Brasil. Durante a pesquisa, foi contatado que versatilidade e conforto são atributos valorizados por transportadores e motoristas na hora de escolher o produto.

“Para atender a essas necessidades, a IVECO buscou lançar veículos ideais para os clientes. E assim nasceram os Tectors 9 e 11 toneladas”, destaca Ricardo Barion, diretor de Vendas e Marketing da IVECO para a América do Sul.

A IVECO já havia revelado a intenção de trazer as novidades para o mercado brasileiro, previstas para o final de 2018. Porém, a empresa decidiu postergar o lançamento, a fim de desenvolver os veículos que realmente contemplassem os atributos solicitados pelos clientes.

Para o desenvolvimento dos novos Tectors, que levou três anos para ser concluído, a empresa destinou um aporte de US$ 40 milhões. Os lançamentos trazem uma série de novidades. Além do visual global, os novos veículos possuem motor NEF45 da FPT Industrial, com 190cv de potência, transmissão Eaton de seis velocidades e eixos Dana. A inclusão da sexta marcha visa facilitar a utilização vocacional por algumas empresas – a marcha é do tipo overdrive – uma última marcha longa que não compromete o consumo e aumenta a performance do veículo. Conforme garantiu a IVECO, esta marcha é uma característica única na categoria.

1-3-17072019-min“O condutor deste tipo de caminhão roda muito, freia, acelera e precisa de um motor que corresponda a essa agilidade no ciclo urbano, e agilidade significa uma resposta mais rápida do veículo. Os Tectors 9 e 11 são perfeitos para o ‘batidão’ dos motoristas que atuam neste segmento”, afirma Barion.

Além disso, o conjunto de powertrain, especialmente desenvolvido para esses modelos, garante, segundo a fabricante, economia significativa de combustível: o Tector 9.190, por exemplo, transportando 100% de sua capacidade de carga pode chegar, em média, a 5,7 km/l.

Em se tratando de conforto, os lançamentos também de destacam. Uma atenção especial foi dada à cabine, que além de receber design global, promete criar menos arrasto, o que contribui para a redução do consumo de combustível. As linhas externas também melhoram o fluxo de ar e reduzem o efeito negativo causado pela água em dias de chuva.

Outro aspecto que facilita a vida do caminhoneiro é o acesso para conferir o nível de óleo e fluído do radiador, feito pela parte frontal. Destaque para o baixo ruído no interior da cabine, reforçando a sensação de conforto.

As portas também têm maior ângulo para facilitar a entrada e saída do motorista no dia a dia, e a altura que vai do banco ao teto tem 1 metro e 14 centímetros. A alavanca de câmbio foi posicionada no painel, visando garantir conforto, rapidez e segurança nas trocas de marcha e ampliando o espaço interno.

A nova cabine também traz melhor visibilidade. O para-brisa, com 1,53m² e retrovisores desenhados para garantir uma visão ampla das laterais, aumentam a segurança e trazem mais facilidade na condução do veículo em manobras, ruas estreitas e docas apertadas.

Segundo Barion, aproveitando os novos desenvolvimentos, a IVECO optou por atualizar as cabines de toda a família Tector com o visual global da marca. Assim, os modelos semipesados Tector 17, 24 e 31 de seis cilindros também passam a ser comercializados com a nova cabine. Destaque para o modelo Tector Auto-Shift 4×2, de 300 cv de potência na versão trator, voltado para utilização com implemento de dois eixos espaçados com CMT (Capacidade Máxima de Tração) de 36 toneladas.

Mais novidades

Outra preocupação foi com a suspensão da cabine, que é composta por coxim, mola e amortecedor, proporcionando melhor dirigibilidade. Os veículos também receberam molas parabólicas no eixo traseiro a fim de conferir mais segurança e dirigibilidade, além de mais suavidade da condução.

Pensando em oferecer mais rentabilidade ao cliente e baixo custo de operação, a IVECO está disponibilizando para os novos Tectors revisão a preço fixo e contrato de manutenção mais em conta, na mobilidade Absoluto com prazo de cinco anos de contrato.

Entre os serviços oferecidos destaque para o suporte técnico emergencial 24 horas, as peças genuínas com garantia de um ano, quando adquiridas e instaladas na rede de concessionárias IVECO, e os itens da linha NEXPRO, voltadas para manter a performance durante todo o ciclo de vida dos veículos, mesmo os mais antigos e fora do período de garantia.

Conforme revelou a empresa, os novos Tectors serão comercializados no mercado a partir de R$ 155 mil (9.190), e de R$ 165 mil, preço sugerido para o 11.190.

A perspectiva da IVECO é obter 10% dos novos negócios do mercado dos modelos entre 8 e 11 toneladas. A empresa também reconhece os caminhoneiros autônomos (cerca de 60%) como os principais clientes dos novos produtos.

Test Drive Tector



Test Drive Motorista



Por: Redação Na Boléia

Data: 15 de julho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.