Foton mantém resultados positivos de vendas na China

Data: 25 de abril de 2019

2-2-25042019-minA Foton alcançou resultados positivos na China no ano passado. Segundo balanço divulgado pela empresa, a fabricante se destacou como a maior de veículos comerciais naquele país, com liderança no segmento de caminhões leves em 2018. De acordo com dados apresentados recentemente pela companhia, o mercado total de veículos da China no período foi de 3,88 milhões de unidades. As dez maiores empresas foram responsáveis por 3,4 milhões desse volume, ou seja, 88%. Neste cenário, a Foton figura na segunda colocação com 13,45% de market share e 457.909 unidades comercializadas, ou seja, seis vezes o tamanho do mercado brasileiro de veículos caminhões.

No País, a utilização de veículos leves se destina principalmente à distribuição urbana de carga e operações logísticas. Trata-se do segmento que acumula o maior número de vendas na China com 1,457 milhão de unidades. A Foton é responsável pela comercialização de 328.598 unidades de veículos.

Naquele mercado, a segmentação de leves difere da brasileira estabelecida pela Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores). No Brasil, os segmentos de semileves e leves compreende veículos com capacidade acima de 3,5 toneladas e menor que 10 toneladas de PBT (Peso Bruto Total), enquanto na China a capacidade de carga total dos leves inicia em 1,8 toneladas até seis toneladas.

Segundo dados do levantamento, o veículo mais vendido da marca neste segmento é o novo AUMARK S, lançado em 2017. De acordo com Eustáquio Sirolli, diretor de desenvolvimento da Foton Aumark do Brasil, este mesmo veículo tem lançamento previsto para o mercado brasileiro tão logo o processo de homologação esteja concluído.

Outro segmento em que a Foton se destaca é o de caminhões pesados, o segundo maior na indústria de veículos comerciais da China, onde as vendas acumuladas das dez maiores empresas atingiram 1,120 milhão de unidades. Nesta segmentação, os caminhões chineses possuem capacidade de carga total superior a 14 toneladas, enquanto no Brasil a segmentação abrange veículos com capacidade igual ou superior a 15 toneladas. Neste segmento, a Foton chinesa atingiu vendas expressivas de 110.305 unidades com o modelo da Família AUMAN M/EST com mais de 14 toneladas, que possui motor Cummins e câmbio ZF.

Para Eustáquio, “esses dados reforçam a premissa básica que no mundo automotivo o capital humano e financeiro são fundamentais para a saúde do negócio. Além disso, a possibilidade de produção e venda em alta escala é imprescindível. É neste ponto que está a atratividade do mercado chinês e a busca por acordos de fornecimento com parceiros tecnológicos como os fechados pela Foton na área de motores e de transmissões, que resultaram em joint-ventures bem-sucedidas para todas as empresas envolvidas”, conclui.

No Brasil, a FAB – Foton Aumark do Brasil – estabeleceu a partir de 2009 parceria com a Foton China para introduzir seus produtos leves – AUMARK C – no País. A operação comercial administrada pela representante brasileira se concentra nas vendas da linha de comerciais leves e caminhões leves, que foram nacionalizados como parte do programa INOVAR-AUTO. Veículos de entrada, como o Foton Minitruck 3.5-11 DT, estão sendo importados e comercializados de forma a complementar o portfólio atual. A representante local, agora em fase de reestruturação, vem atuando de forma exclusiva no Brasil, tanto para nacionalização dos produtos, criação e expansão da rede de concessionárias, como para fabricação, importação e venda dos produtos da marca, apoiada pela parceira chinesa.

No mundo a Foton conta com 40 mil colaboradores e duas mil concessionárias. A filial brasileira é a quinta unidade industrial da Foton fora da China, que já conta com fábricas na Tailândia, Vietnã, Quênia e Argélia em construção.

2-1-25042019-min

Por: Redação Na Boléia

Data: 25 de abril de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.