Detran.SP lança campanha para reduzir acidentes

Data: 09 de maio de 2017

6-1-09052017Começou o Maio Amarelo, um mês todo dedicado internacionalmente à segurança no trânsito. Por isso, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), em parceria com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, lançou a campanha educativa “Foca no Trânsito”, que convida todo mundo a refletir sobre uma estatística alarmante: você sabia que 94% dos acidentes com mortes são causados por falha humana, como imprudência e distração? O levantamento é do Infosiga SP, banco de dados do Movimento.

Como o trânsito exige 100% de atenção, não por acaso o mascote da campanha é uma foca. Porque quem #FocaNoTrânsito vai em segurança. A ação, que será desenvolvida em diversas cidades do Estado, conta com imagens do bicho em várias situações no tráfego de ruas e avenidas. Além disso, ”homens-foca” circularão por diversos espaços públicos e privados.

“Nosso intuito é conscientizar as pessoas de que, com uma mudança de comportamento, podemos reduzir drasticamente o número de mortes no trânsito, já que a maioria é causada por erros humanos. Precisamos do engajamento de todos os cidadãos para mudar essa grave realidade”, pontua Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

“Ignorar regras e práticas seguras tem relação direta com acidentes fatais. A mensagem parece óbvia, mas as estatísticas mostram, infelizmente, que há muito por fazer para conscientizar a população e reduzir a violência no trânsito”, explica Silvia Lisboa, coordenadora do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.

6-2-09052017Essas falhas podem, na maior parte das vezes, ser corrigidas com atitudes muito simples: usar sempre o cinto de segurança, inclusive no banco de trás; nunca, mas nunca mesmo dirigir depois de beber; respeitar os limites de velocidade e esquecer o celular enquanto você estiver ao volante ou atravessando a rua. Por semana, cada um desses temas será trabalhado, a começar pelo cinto. As ações estarão reunidas no site www.focanotransito.com.br.

Por: Redação Na Boléia

Data: 09 de maio de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.